Arquivos Mensais: janeiro 2011

Como tornar o MSN seguro

Após a onda de pessoas pedindo ajuda para instalar o MSN, agora a demanda é como deixar o MSN seguro.

Resolvi fazer uma pesquisa pra ver como fazer isso e não há nada no MSN ou Live Messenger que atenda satisfatoriamente essa necessidade, sem contar o básico de segurança de informação:

  • nunca forneça sua senha pra ninguém, quer seja por e-mail, chat, telefone, papel, conversa…
  • não acredite nos programas que prometem milagres: ver quem te bloqueia, adicionar sem precisar de autorização, ver quem está invisível… se pedir sua senha, ele vai roubá-la, sempre, por mais que diga que não e que pareça ser algo sério.
  • utilize uma senha grande (no mínimo 8 caracteres) fácil de lembrar mas dificílima de adivinhar, com letras maiúsculas, minúsculas e números, que não é utilizada em nenhum outro lugar, como por exemplo “VisiteiAraxáEm1972” (não use essa, pois todos já conhecem)
  • troque sua senha de tempos em tempos
  • mantenha seu Windows, antivirus, firewall e anti-malware atualizados. No meu caso o Windows Update está configurado pra rodar diariamente, uso os antivirus/anti-spyware McAfee Internet Security e Microsoft Security Essentials, o firewall do Windows 7 e o McAfee Personal Firewall que já vem no McAfee Internet Security.
Pidgin

Pidgin

Tirando o básico enumerado acima, a melhor forma de deixar o MSN seguro é criptografar as mensagens enviadas e recebidas, uma vez que elas são enviadas em texto simples e existem inúmeras formas de espiar essas mensagens.

Como eu disse, não é possível fazer isso diretamente no MSN, mas existe uma saída excelente: usar o Pidgin com o plugin Encryption no lugar do MSN.

O Pidgin é um cliente gratuito, com versão em português, para várias redes de mensagens instantâneas: MSN, Google Talk, Yahoo!, IRC, ICQ, Sametime, além de um monte de outras que eu nunca havia ouvido falar.

O processo de instalação do Pidgin não é complexo, bastando 10 passos:

  1. Baixar e instalar o Pidgin
  2. Baixar o plugin Pidgin-Encryption
  3. Instalar o plugin
    1. Para instalar o plugin, ele pede para informar o local onde está está instalado o Pidgin e só abilita o botão “Instalar” quando for o diretório correto. A forma mais simples de descobrir é clicar com o botão direito do mouse no ícone do Pidgin, ir em “Propriedades” e copiar o endereço que está em “Local” ou “Origem”, retirando o texto “pidgin.exe” do final do caminho. Obs.: se tiver um em algum lugar do caminho “Program Files” talvez seja necessário trocar essa parte do caminho por “Arquivo de Programas” ou clicar no botão “Procurar” e ir navegando por ele.
    2. Se der “Erro de Link” ou algo do gênero então salve o arquivo da instalação do plugin no Desktop ou em algum outro lugar do computador que você se lembre, clique com o botão direito do mouse no arquivo baixado e vá em “Executar como Administrador”.
  4. Abra o Pidgin
  5. Vá em “Contas” -> “Gerenciar Contas” -> “Adicionar” e cadastre sua conta do MSN. Lembre-se de trocar o protocolo para “MSN”. Além do protocolo é necessário informar o e-mail e a senha do MSN.
  6. Vá em “Ferramentas” -> “Plugins” e marque a caixinha do “Pidgin-Encryption”. É uma das últimas.
  7. Vá em “Ferramentas” -> “Preferências” -> “Históricos” e desmarque todas as caixinhas (opcional).
  8. Pra falar com alguém é só dar dois cliques no nome da pessoa, como no MSN
  9. Vá em “Opções” e desmarque a opção “Gravar Histórico” (opcional)
  10. Clique no cadeado que aparece do lado do “Enviar para” e selecione a opção “Enable Encryption”

Pronto, todas as mensagens serão criptografadas e apenas o destinatário conseguirá ler, se ele também tiver o Pidgin com o plugin Encryption.

Quando mandar uma mensagem criptografada, a outra ponta enviará sua chave pública automaticamente, desde que também esteja  usando o Pidgin com o plugin Encryption. Daí uma janela se abre e você decide se guarda a senha só nessa sessão (enquanto estiver com a janela do chat aberta) ou para sempre.

Em caso de dúvida é só deixar um comentário.

Big Brother Brasil 2011

Preciso confessar, assisti o Big Brother Brasil 2011, no primeiro dia, torcendo para ter evoluído e ser algo que valesse a pena assistir. Eu gostei muito do Hipertenção, onde

No entanto não foi… já logo no primeiro dia tiveram de votar em alguém pra sair e uma pessoa foi escolhida para ser o trapaceiro ou algo do gênero.

Não consigo assistir algo tão negativo onde o objetivo é pisar na cabeça dos outros para ter sucesso, atrapalhar os amigos para ganhar…

Eu até assistiria se o paredão fosse para escolher quem ficaria: teriam de votar em quem gostariam que permanecesse na casa… A pontuação deveria ser para incentivar o comportamento postivo, correto, honesto, justo, benevolente… e não o contrário. O jogos para escolher líder, anjo, quarto de luxo e essas coisas poderiam ser através de uso de lógica, racioncínio e trabalho em grupo.

O melhor relato que já li sobre o BBB 11 foi o do Regis Tadeu, sendo essa a melhor parte:

Um capítulo à parte é o Pedro Bial, um sujeito evidentemente culto, mas que age no programa como se fosse uma espécie de animador de bingo de fundo de quintal. Fiquei impressionado como ele, mesmo nos momentos mais animados, mostra uma disfarçada ironia ao falar com os participantes e com o público, buscando esconder o evidente desejo de estar muito longe dali e, ao mesmo tempo, tendo a consciência de que está falando com idiotas, sejam aqueles que estão dentro da tela ou em suas casas.

Enchente em São Paulo

Nos primeiros meses morando em São Paulo meus pais sempre me ligavam quando chovia, inundava,  acontecia greve de metrô, de ônibus ou algum assalto passava no Jornal Nacional… Com o tempo eles foram percebendo que moro num bairro tranquilo e alto e que SP não é tão violento e caótico como parece na TV.

Hoje, no entanto, após quase uma década em São Paulo, fui pego pela enchente e fiquei ilhado.

Fui jantar com minha esposa e uma amiga dela no Tenda Árabe, que fica na esquina das avenidas Luiz Dumond Vilares, Leôncio de Magalhães, Zachi Nachi e Ataliba Leonel, próximo de casa. A esfiha de mussarela é a melhor que já experimentei, já o restante é no máximo razoável.

Cruzamento Luiz Dumond Vilares via Google Maps

Cruzamento Luiz Dumond Vilares via Google Maps

No meio do jantar começou a chover forte e quanto terminamos fui ao estacionamento buscar o carro com a ajuda do manobrista, que estava com um guarda chuva desses de praia que não resolvia absolutamente nada: ele estava todo molhado e eu me molhava como se estivesse sob a chuva, por conta do vento.

Ele falou pra eu sair de ré pela entrada do estacionamento (na Av. Ataliba Leonel) pois na saída do estacionamento enchia (na Av. Luiz Dumond Vilares). Foi eu colocar o carro na rua e o trânsito parou. O semáforo para cruzar a Luiz Dumond estava aceso mas nem o ônibus se atrevia a cruzá-la. Tudo parado, vidros embaçando e a água correndo na rua já na altura da guia.

Os carros atrás, na minha frente e ao lado começaram a subir nos canteiros e entrar no estacionamento do qual eu havia acabado de sair. Fiquei parado uns 5 minutos com o pisca-alerta ligado, só olhando pra ver se a água subia acima da guia. Só quando alguns carros começaram a voltar na contra mão que eu consegui manobrar entre os carros e estacionar na calçada em frente ao restaurante.

Voltei ao restaurante esperar a chuva diminuir e vi uma cena inacreditável: no meio do cruzamento da Luiz Dumond Vilares com a Leôncio de Magalhães havia um carro com água até a luz de seta, no meio disso tudo havia um chafariz de esgoto, pela Luiz Dumond Vilares um Pálio preto vinha de ré na contra mão arrastado pela água e alguns carros no estacionamento do restaurante do lado da Luiz Dumond Vilares estavam com água até o meio da roda…

Alagamento no cruzamento da Luiz Dumond Vilares

Alagamento no cruzamento da Luiz Dumond Vilares

Quando a chuva deu uma diminuída e os ônibus começaram a cruzar a Luiz Dumond Vilares, nós esperamos mais um pouco e saímos também, já estava começando a ficar forte de novo.

Felizmente deu tudo certo. A gaiola do passarinho estava encharcada, a roupa branca para pendurar na corda ficou suja de respingo do chão e o quintal estava inundado com 10cm de água, pois o ralo entupiu com as folhas das árvores…

Limpeza com vapor

Sempre achei o máximo aquelas máquinas vaporizadoras que limpam com vapor em alta pressão, igual ao Vaporetto ou SkyVap que víamos na TV há alguns anos.

Resolvi comprar pra limpar as pedras do quintal e os azuleijos da cozinha e banheiro. Não encontrei em nenhuma loja, só pela Internet. Até Casas Bahia, Extra, Ponto Frio, Magazine Luíza e Americanas vendem pela Internet mas não vendem em lojas.

Fiquei com receio de ser mais produto de marketing que algo que funciona mesmo, então resolvi pesquisar quais são as opções disponíveis pra ver se alguma vale a pena.

  • Intech Machine Vapor Clean – R$ 230 – 700ml
  • Britânia Super Clean – R$ 280 – 1250ml
  • Steamfast SF-260A – R$ 315 – 950 ml – vende em várias lojas
  • Eterny SC-360 – R$ 370 – em falta
  • Fun Kitchen Vappo – R$ 400 – 1200ml – Só no shoptime
  • Steamfast SF-276 – R$ 500 – 1500ml – vende em várias lojas
  • Lavor Wash Skyvap – R$ 570 – 1600ml
  • Wap Wapore Clean – R$ 600

Pelo visto, a Skyvap é a melhor (e mais cara). No entanto, mesmo o Sky Vap está cheio de reclamações no Reclame Aqui

Update: comprei um Wap Wapore Clean na Leroy Merlin por 430 reais, em 10 vezes. Realmente ele limpa, sai bastante vapor, são 45 minutos de autonomia, mas é um processo beeeem demorado. Limpar o banheiro 1 vez? Excelente. Limpar o banheiro toda semana? Nem pensar.

Como criar um Blog

Muitas pessoas sabem que eu tenho esse blog há quase 10 anos e sempre recebo comentários sobre “como criar um blog”.

O modo mais fácil é através do excelente e gratuito WordPress.

Existem duas variedades:

  1. Utilizar o WordPress.com, onde o blog ficará hospedado e você não terá trabalho algum, a não ser escrever
  2. Baixar o WordPress do WordPress.org, instalar em um servidor, configurar, personalizar como quiser, fazer as atualizações e, claro, escrever

Quem quer começar, o primeiro modo é muito simples, tudo em português, tranquilíssimo.

Quem quer dar um passo a mais o segundo modo é o mais indicado.

Quem não quer dar esse primeiro passo logo de cara dá pra criar um blog no WordPress.com, usar por um tempo e se gostar exportar tudo que já foi escrito lá para um blog do WordPress.org, de forma rápida e descomplicada.

Quer dar o segundo passo mas não tem confiança? Recomendo fazer o curso gratuito e online que o Ricardo Bernardi colocou no Ficheiro Online, sobre criação de blogs com WordPress.org. É beeeem didático, apesar do excesso de gerundismo, o que vai incomodar algumas pessoas:

Espero que assim consiga atender todos os pedidos que já me fizeram:

  • como criar um blog
  • como criar blog
  • como faço blog
  • como criar um blogspot
  • como criar um blog gratuito
  • como criar um blog passo a passo
  • como criar um blog grátis
  • como criar um blog de graça
  • como criar um blog no wordpress
  • como criar blogs
  • fazer blog
  • como fazer blog

Lâmina para Guilhotina

Tenho uma guilhotina (na verdade uma refiladora) da Maped, que veio com duas lâminas extras, mas a segunda já está na meia vida.

Foi um custo encontrar mais lâminas para comprar, mas consegui achar na Nagem e na Staples.

%d blogueiros gostam disto: