Arquivos Mensais: março 2009

Números Primos em Python

Utilizando meu tempo nerd ocioso, criei um algoritmo linear para descobrir números primos e implementei em Python.

Deixei ele calculando todos os números primos até 10 milhões (em um Pentium 4 3.00GHz com 1Gb de RAM) e chegou ao resultado:

  • existem 664.580 números primos entre 0 e 10.000.000;
  • os últimos 5 números primos nesse intervalo são 9.999.937, 9.999.943, 9.999.971, 9.999.973 e 9.999.991;
  • o programa demorou 12.980 segundos (pouco mais de 3 horas e meia) pra calcular esses 664.580 números primos;
  • a média de cálculo foi de 195ms por número primo.

#25 – Muito trânsito na ida

Fazia mais de um mês que eu não ia de bicicleta pro trabalho, estava até desacostumado do trânsito de segunda feira! Como tinha carro, ônibus, moto e caminhão na rua!

Desde que comecei a marcar a velocidade máxima, hoje tive a maior velocidade máxima na ida: 41,2km/h. Na volta foi normal, voltei mais tarde e praticamente não peguei trânsito.

Ida: gastei 31min e 33s para percorrer 9,09km com velocidade média de 17,3km/h e máxima de 41,2km/h.

Volta: gastei 29min e 8s para percorrer 8,57km com velocidade média de 17,7km/h e máxima de 38km/h.

Xuxa, Ivete Sangalo e Altas Horas

Estou aguardando dar 3 da manhã pra assisitir o GP da Austrália. Reinício da temporada de Formula 1, novas equipes, novas regras, novos carros e Barrichello voltando a uma “equpe de ponta” pela Brawn GP, sendo que dessa vez seu companheiro de equipe não é um alemão hexacampeão mundial.

Não ia ligar o computador e ficar na Internet pois eu acabo me distraindo, mas tenho de comentar sobre o programa Altas Horas que está passando na Globo.

Ivete Sangalo, fantástica como sempre e Xuxa conversando sobre diversos assuntos, inclusive colocando fogo na conversa com a sexóloga.

  • Xuxa declarou que já viu um duende
  • Xuxa também descobriu que tem orgasmos múltiplos
  • Ivete Sangalo também afirmou categoricamente que onde mais gosta de fazer sexo é na cama
  • Xuxa também disse que não canta, só faz backing vocal

Teve um “clipe” feito pela produção do altas horas com pessoas comuns no centro de São Paulo dançando uma música da Ivete Sangalo. Tem um gordinho que se for parar no YouTube vira hit na hora!

Obs.: que merca, começou a passar Big Brother Brasil! Não acredito que vou ter de ver essa porcaria antes da corrida começar! 2:43 da manhã e os participantes acordados! Será que horas que eles acordam? O jeito foi colocar no mudo pra não perder o início da corrida.

links for 2009-03-25

  • Our Python 2.4 test measures your knowledge of programming using Python 2.4. Designed for experienced programmers, this test covers the following topics: Built-in Features, Classes, Language, Logical & Physical Organization, and Standard Library.
    (tags: phyton test)

Bug no Google App Engine

Esses dias eu não postei nada no blog pois estou criando uma aplicação em Python utilizando o Google App Engine.

Uma parte da aplicação retorna um XML. No ambiente de desenvolvimento (meu computador) o código abaixo retorna corretamente o XML para o browser:

[code lang=”python”]self.response.headers.add_header(“Content-Type”, “text/xml”)
self.response.out.write(rstr)[/code]

No entanto, em produção (no servidor appspot.com), o browser exibia o XML como se o content-type fosse text/html e não text/xml. Ou seja, tinha de ficar indo em “exibir código fonte” pra poder ver o XML gerado.

Para funcionar, tive de mudar o código acima para o abaixo:

[code lang=”python”]self.response.headers[“Content-Type”] = “text/xml”
self.response.out.write(rstr)[/code]

Deve ser algum bug no response da biblioteca webapp do GAE

links for 2009-03-20

Transparência do sorvete

Será colocado à venda um total aproximado de 13.500.000 (treze milhões e quinhentos mil) de embalagens dos produtos promocionados, sendo que dessa totalidade, 1.000 (mil) unidades conterão vales-brindes premiados conforme discriminado no quadro abaixo, na proporção de 01 (um) prêmio para 13.500 (treze mil e quinhentas) unidades colocadas à venda no período.

A Kibon fez o que eu imagino que deveria ser obrigatório para qualquer concurso, promoção, evento, rifa, etc.: divulgar qual a probabilidade de ganhar.

O trecho acima é do regulamento da promoção “Celebre em Família Kibon”, em que há a possibilidade de ganhar um videogame Nintendo Wii ao comprar um pote de sorvete de 2 litros da Kibon.

Um colega do trabalho ganhou, mostrou até a foto do vale-wii. Eu comprei dois potes pensando em ganhar um Wii… mas realmente requer muita sorte. É mais fácil acertar a quadra da mega sena (chance de 1 em 2.332) que ganhar esse Wii.

A chance de ganhar uma câmera Sony DSC-S730 na promoção “Foto no Pailito” é maior: 1 em 3800. São 38 milhões de picolés Fruttare e 10.000 câmeras… mas ainda é mais fácil ganhar na mega sena.

A real teoria do Big Bang

Esse fim de semana eu assisti a primeira temporada do The Big Bang Theory, uma série estadunidense que parece com Friends, mas onde os amigos são nerds.

Achei bem divertido, dei muitas risadas e me diverti a beça. Estou ansioso para começar a assistir a segunda temporada!

Um dos personagens, Sheldon, entrou na faculdade com 11 anos, após completar a 5ª série, se graduou aos 14 anos, foi professor visitante aos 15, teve o primeiro PhD aos 16 e o segundo aos 20, tendo QI de 187.

Um verdadeiro menino prodígio, como poucos que se houve falar. Na verdade, nunca havia ouvido falar de alguém que realmente tivesse tanta realização em tão pouco tempo… até hoje.

Stephen Wolfram é, na vida real, um britânico que escreveu seu primeiro artigo sobre física das partículas aos 16 anos (isso em 1975) e entrou na Universidade de Oxford aos 17 anos, obtendo seu PhD em física das partículas aos 20 anos, no Caltech.

Ele deve lançar o Wolfram|Alfa em maio. Se for tudo o que ele está dizendo, vai revolucionar a Internet e fazer com o Google o que ele fez com o Altavista há alguns anos…

Serviço Indisponível no WordPress com WP Super Cache

Quando meu blog ficou fora do ar por uma semana no meio do ano passado, mudei de hospedagem e ainda mudei as URLs das páginas. O Google Webmasters mostrava quase 2500 páginas com erro de “Serviço Indisponível”, “URL não encontrado (404)” e “Restrito pelo robots.txt”.

Os erros de Serviço Indisponível foram sumindo à medida que os dias foram passando, na nova hospedagem. Os erros de “URL não encontrado (404)” foram sendo resolvidos à medida que eu editava posts antigos para atualizar links internos para as novas URLs e consegui resolver alguns “Restrito pelo robots.txt” ao tirar do robots.txt a seguinte linha:

Disallow: /*.php?*$

O plugin que eu usei para redirecionar do antigo permalink para o novo permalink, internamente redirecionava o antigo permalink para uma URL no formato acima, que era então redirecionada pelo próprio WordPress para o novo permalink.

No entanto continuava com quase 1900 erros de “Restrito pelo Robots.txt”, então num momento de iluminação descobri a causa do erro no bloco abaixo do meu robots.txt:

User-agent: Googlebot
Disallow: /*.js$
Disallow: /*.inc$
Disallow: /*.css$

Disallow: /*.gz$
Disallow: /*.wmv$
Disallow: /*.cgi$
Disallow: /*.xhtml$

Eu havia habilitado no bendito plugin WP Super Cache a opção de compactar as páginas, que são entregues então compactadas e com a extensão .gz!

O bot do Google, muito esperto, requisita as páginas compactadas, salvando transferência de banda, então foi só remover a linha “Disallow: /*.gz$” do arquivo robots.txt que na próxima indexação já fiquei sem erro de “Restrito pelo robots.txt” e com apenas 54 erros de “URL não encontrado (404)” (não terminei de editar os posts com links para páginas antigas).

Easter Egg no Google Reader

Entre no Google Reader (http://reader.google.com – entre com seu usuário do GMail) e digite o seguinte:

B A

Pronto! Com esse “Konami Code” você revela um Ninja no seu Google Reader!

Brasil, Bolívia e Peru

Tenho dois amigos que fizeram uma viagem à Bolívia e ao Peru que eu tenho vontade de algum dia imitar:

  1. São Paulo – Corumbá (ônibus)
  2. Corumbá – Puerto Suarez (táxi)
  3. Puerto Suarez – Santa Cruz (trem da morte)
  4. Santa Cruz – Sucre (avião)
  5. Santa Cruz – Potosí (ônibus)
  6. Potosí – Uyuni (ônibus)
  7. Uyuni (tour) : Salar de Uyuni e Laguna Colorada
  8. Uyuni – La Paz (ônibus)
  9. La Paz (tour) : Chacaltaya, Rua das Bruxas, Madness Bike
  10. La Paz – Copacabana (van)
  11. Copacabana – Puno (ônibus)
  12. Puno – Cuzco (ônibus)
  13. Cuzco (tour) : Pisac, Ollantaytambo, Águas Calientes, Machu Picchu, Águas Calientes, Chinchero
  14. Cuzco – Lima (avião)
  15. Lima – São Paulo (avião)

Um deles me disse que mudaria se fizesse novamente:

“Iria de São Paulo a Sucre direto por avião e passaria mais tempo lá, pois é uma cidade muito bonita e eu fiquei pouquíssimo tempo nela. Ao contratar o tour em Uyuni, optaria por fazer o traslado para San Pedro do Atacama, no Chile, ao invés de regressar a Uyuni e depois seguir para La Paz. Desse ponto eu não sei como seria a sequencia, mas acredito que poderia rumar para La Paz, Arequipa ou ir direto para Cuzco.” – Diego

Com essa alta do dólar eu não sei se esse é o momento de viajar pela América do Sul ou de ficar no Brasil mesmo.

Mulheres…

Ontem (era pra ter publicado esse post em 8 de setembro do ano passado) estava lendo um livrinho (bem antigo) de piadas na casa de meu sogro e nele tinha a (também antiga) piada abaixo:
Um homem caminhava por uma praia da Califórnia e tropeçou numa velha lâmpada. Pegou-a e esfregou-a e um Gênio saltou de dentro dela.
Disse o Gênio:
– Ok, você me libertou da lâmpada, blah, blah, blah. Esta é a quarta vez este mês e eu estou ficando de saco cheio destes pedidos. Sendo assim, você pode esquecer aquela estória de três desejos: você tem direito a apenas um desejo e ponto final.
O homem sentou-se e pensou por um instante. Depois respondeu:
– Eu sempre quis ir para o Hawaii, mas tenho um medo danado de voar e no mar costumo ficar enjoado. Você poderia construir uma ponte até lá, para que eu pudesse ir dirigindo?
O Gênio riu muito e retrucou:
– Isto é impossível. Pense na logística do assunto. Como as colunas de sustentação alcançariam o fundo do Oceano Pacífico? Como o tabuleiro da ponte suportaria os ventos das tempestades tropicais? Pense em quanto concreto, quanto aço…! Que quantidade incrível de mão de obra e os terríveis perigos aos quais os operários ficariam sujeitos! Não, de jeito nenhum! ponte não dá, esqueça! Pense em outro desejo.
O homem concordou e tentou pensar em outro desejo realmente bom. Finalmente, ponderou:
– Fui casado e me divorciei quatro vezes. Minhas esposas sempre disseram que eu não me importava com elas e que sou um insensível. Então, meu desejo é que eu possa entender as mulheres…, saber como elas se sentem e o que elas estão pensando quando elas não falam com a gente. Saber por que elas estão chorando, saber o que elas realmente querem quando não dizem nada, saber como fazê-las realmente felizes…
Interrompeu-lhe o Gênio:
– Você quer a p*rra da ponte com duas ou quatro pistas?
Conversas como a abaixo só contribuem para tornar a piada ainda mais engraçada!
Mulher: Agora só precisa medir o banheiro… [comentário]
Homem: A trena está na caixa de ferramentas. [informação pertinente]
Mulher: Mas eu não vou medir agora, 11 da noite! [reclamação infundada, quem disse que era pra ela medir?]
Homem: Você pode medir amanhã de dia… [sugestão racional, uma vez que o problema é o horário]
Mulher: Mas amanhã eu trabalho o dia todo! [resposta racional]
Homem: Pode medir depois do trabalho… [sugestão racional]
Mulher: AHHH VAI PRA P*TA QUE TE PARIU!!!!! [xingamento irracional]
Por quê será que a mulher rodeia tanto sendo que provavelmente ela queria dizer: “Você mede pra mim, por favor?”

Como são os nerds de TI?

Meu xará do Revolução ETC. listou as 50 características do nerd de TI.

Concordo com a maioria… e também tenho a maioria das características…

241 livros grátis

Meu tio me mandou uma lista de 241 livros grátis, todos eles do Portal Domínio Público, do Governo Federal. É como se fosse uma versão nacional do Projeto Gutenberg.

As estatísticas do site impressionam: 96.900 textos, 10.384 imagens, 2.489 sons e 1.141 vídeos… e aumentando!

  1. A Divina Comédia – Dante Alighieri
  2. A Comédia dos Erros – William Shakespeare
  3. Poemas de Fernando Pessoa – Fernando Pessoa
  4. Dom Casmurro – Machado de Assis
  5. Cancioneiro – Fernando Pessoa
  6. Romeu e Julieta – William Shakespeare
  7. A Cartomante – Machado de Assis
  8. Mensagem – Fernando Pessoa
  9. A Carteira – Machado de Assis
  10. A Megera Domada – William Shakespeare
  11. A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca – William Shakespeare
  12. Sonho de Uma Noite de Verão – William Shakespeare
  13. O Eu profundo e os outros Eus. – Fernando Pessoa
  14. Dom Casmurro – Machado de Assis
  15. Do Livro do Desassossego – Fernando Pessoa
  16. Poesias Inéditas – Fernando Pessoa
  17. Tudo Bem Quando Termina Bem – William Shakespeare
  18. A Carta – Pero Vaz de Caminha
  19. A Igreja do Diabo – Machado de Assis
  20. Macbeth – William Shakespeare
  21. Este mundo da injustiça globalizada – José Saramago
  22. A Tempestade – William Shakespeare
  23. O pastor amoroso – Fernando Pessoa
  24. A Cidade e as Serras – José Maria Eça de Queirós
  25. Livro do Desassossego – Fernando Pessoa
  26. A Carta de Pero Vaz de Caminha – Pero Vaz de Caminha
  27. O Guardador de Rebanhos – Fernando Pessoa
  28. O Mercador de Veneza – William Shakespeare
  29. A Esfinge sem Segredo – Oscar Wilde
  30. Trabalhos de Amor Perdidos – William Shakespeare
  31. Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
  32. A Mão e a Luva – Machado de Assis
  33. Arte Poética – Aristóteles
  34. Conto de Inverno – William Shakespeare
  35. Otelo, O Mouro de Veneza – William Shakespeare
  36. Antônio e Cleópatra – William Shakespeare
  37. Os Lusíadas – Luís Vaz de Camões
  38. A Metamorfose – Franz Kafka
  39. A Cartomante – Machado de Assis
  40. Rei Lear – William Shakespeare
  41. A Causa Secreta – Machado de Assis
  42. Poemas Traduzidos – Fernando Pessoa
  43. Muito Barulho Por Nada – William Shakespeare
  44. Júlio César – William Shakespeare
  45. Auto da Barca do Inferno – Gil Vicente
  46. Poemas de Álvaro de Campos – Fernando Pessoa
  47. Cancioneiro – Fernando Pessoa
  48. Catálogo de Autores Brasileiros com a Obra em Domínio Público – Fundação Biblioteca Nacional
  49. A Ela – Machado de Assis
  50. O Banqueiro Anarquista – Fernando Pessoa
  51. Dom Casmurro – Machado de Assis
  52. A Dama das Camélias – Alexandre Dumas Filho
  53. Poemas de Álvaro de Campos – Fernando Pessoa
  54. Adão e Eva – Machado de Assis
  55. A Moreninha – Joaquim Manuel de Macedo
  56. A Chinela Turca – Machado de Assis
  57. As Alegres Senhoras de Windsor – William Shakespeare
  58. Poemas Selecionados – Florbela Espanca
  59. As Vítimas-Algozes – Joaquim Manuel de Macedo
  60. Iracema – José de Alencar
  61. A Mão e a Luva – Machado de Assis
  62. Ricardo III – William Shakespeare
  63. O Alienista – Machado de Assis
  64. Poemas Inconjuntos – Fernando Pessoa
  65. A Volta ao Mundo em 80 Dias – Júlio Verne
  66. A Carteira – Machado de Assis
  67. Primeiro Fausto – Fernando Pessoa
  68. Senhora – José de Alencar
  69. A Escrava Isaura – Bernardo Guimarães
  70. Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
  71. A Mensageira das Violetas – Florbela Espanca
  72. Sonetos – Luís Vaz de Camões
  73. Eu e Outras Poesias – Augusto dos Anjos
  74. Fausto – Johann Wolfgang von Goethe
  75. Iracema – José de Alencar
  76. Poemas de Ricardo Reis – Fernando Pessoa
  77. Os Maias – José Maria Eça de Queirós
  78. O Guarani – José de Alencar
  79. A Mulher de Preto – Machado de Assis
  80. A Desobediência Civil – Henry David Thoreau
  81. A Alma Encantadora das Ruas – João do Rio
  82. A Pianista – Machado de Assis
  83. Poemas em Inglês – Fernando Pessoa
  84. A Igreja do Diabo – Machado de Assis
  85. A Herança – Machado de Assis
  86. A chave – Machado de Assis
  87. Eu – Augusto dos Anjos
  88. As Primaveras – Casimiro de Abreu
  89. A Desejada das Gentes – Machado de Assis
  90. Poemas de Ricardo Reis – Fernando Pessoa
  91. Quincas Borba – Machado de Assis
  92. A Segunda Vida – Machado de Assis
  93. Os Sertões – Euclides da Cunha
  94. Poemas de Álvaro de Campos – Fernando Pessoa
  95. O Alienista – Machado de Assis
  96. Don Quixote. Vol. 1 – Miguel de Cervantes Saavedra
  97. Medida Por Medida – William Shakespeare
  98. Os Dois Cavalheiros de Verona – William Shakespeare
  99. A Alma do Lázaro – José de Alencar
  100. A Vida Eterna – Machado de Assis
  101. A Causa Secreta – Machado de Assis
  102. 14 de Julho na Roça – Raul Pompéia
  103. Divina Comedia – Dante Alighieri
  104. O Crime do Padre Amaro – José Maria Eça de Queirós
  105. Coriolano – William Shakespeare
  106. Astúcias de Marido – Machado de Assis
  107. Senhora – José de Alencar
  108. Auto da Barca do Inferno – Gil Vicente
  109. Noite na Taverna – Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  110. Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
  111. A ‘Não-me-toques’ ! – Artur Azevedo
  112. Os Maias – José Maria Eça de Queirós
  113. Obras Seletas – Rui Barbosa
  114. A Mão e a Luva – Machado de Assis
  115. Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco
  116. Aurora sem Dia – Machado de Assis
  117. Édipo-Rei – Sófocles
  118. O Abolicionismo – Joaquim Nabuco
  119. Pai Contra Mãe – Machado de Assis
  120. O Cortiço – Aluísio de Azevedo
  121. Tito Andrônico – William Shakespeare
  122. Adão e Eva – Machado de Assis
  123. Os Sertões – Euclides da Cunha
  124. Esaú e Jacó – Machado de Assis
  125. Don Quixote – Miguel de Cervantes
  126. Camões – Joaquim Nabuco
  127. Antes que Cases – Machado de Assis
  128. A melhor das noivas – Machado de Assis
  129. Livro de Mágoas – Florbela Espanca
  130. O Cortiço – Aluísio de Azevedo
  131. A Relíquia – José Maria Eça de Queirós
  132. Helena – Machado de Assis
  133. Contos – José Maria Eça de Queirós
  134. A Sereníssima República – Machado de Assis
  135. Iliada – Homero
  136. Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco
  137. A Brasileira de Prazins – Camilo Castelo Branco
  138. Os Lusíadas – Luís Vaz de Camões
  139. Sonetos e Outros Poemas – Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  140. Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco. – Fernando Pessoa
  141. Anedota Pecuniária – Machado de Assis
  142. A Carne – Júlio Ribeiro
  143. O Primo Basílio – José Maria Eça de Queirós
  144. Don Quijote – Miguel de Cervantes
  145. A Volta ao Mundo em Oitenta Dias – Júlio Verne
  146. A Semana – Machado de Assis
  147. A viúva Sobral – Machado de Assis
  148. A Princesa de Babilônia – Voltaire
  149. O Navio Negreiro – Antônio Frederico de Castro Alves
  150. Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional – Fundação Biblioteca Nacional
  151. Papéis Avulsos – Machado de Assis
  152. Eterna Mágoa – Augusto dos Anjos
  153. Cartas D’Amor – José Maria Eça de Queirós
  154. O Crime do Padre Amaro – José Maria Eça de Queirós
  155. Anedota do Cabriolet – Machado de Assis
  156. Canção do Exílio – Antônio Gonçalves Dias
  157. A Desejada das Gentes – Machado de Assis
  158. A Dama das Camélias – Alexandre Dumas Filho
  159. Don Quixote. Vol. 2 – Miguel de Cervantes Saavedra
  160. Almas Agradecidas – Machado de Assis
  161. Cartas D’Amor – O Efêmero Feminino – José Maria Eça de Queirós
  162. Contos Fluminenses – Machado de Assis
  163. Odisséia – Homero
  164. Quincas Borba – Machado de Assis
  165. A Mulher de Preto – Machado de Assis
  166. Balas de Estalo – Machado de Assis
  167. A Senhora do Galvão – Machado de Assis
  168. O Primo Basílio – José Maria Eça de Queirós
  169. A Inglezinha Barcelos – Machado de Assis
  170. Capítulos de História Colonial (1500-1800) – João Capistrano de Abreu
  171. CHARNECA EM FLOR – Florbela Espanca
  172. Cinco Minutos – José de Alencar
  173. Memórias de um Sargento de Milícias – Manuel Antônio de Almeida
  174. Lucíola – José de Alencar
  175. A Parasita Azul – Machado de Assis
  176. A Viuvinha – José de Alencar
  177. Utopia – Thomas Morus
  178. Missa do Galo – Machado de Assis
  179. Espumas Flutuantes – Antônio Frederico de Castro Alves
  180. História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira – Sílvio Romero
  181. Hamlet – William Shakespeare
  182. A Ama-Seca – Artur Azevedo
  183. O Espelho – Machado de Assis
  184. Helena – Machado de Assis
  185. As Academias de Sião – Machado de Assis
  186. A Carne – Júlio Ribeiro
  187. A Ilustre Casa de Ramires – José Maria Eça de Queirós
  188. Como e Por Que Sou Romancista – José de Alencar
  189. Antes da Missa – Machado de Assis
  190. A Alma Encantadora das Ruas – João do Rio
  191. A Carta – Pero Vaz de Caminha
  192. LIVRO DE SÓROR SAUDADE – Florbela Espanca
  193. A mulher Pálida – Machado de Assis
  194. Americanas – Machado de Assis
  195. Cândido – Voltaire
  196. Viagens de Gulliver – Jonathan Swift
  197. El Arte de la Guerra – Sun Tzu
  198. Conto de Escola – Machado de Assis
  199. Redondilhas – Luís Vaz de Camões
  200. Iluminuras – Arthur Rimbaud
  201. Schopenhauer – Thomas Mann
  202. Carolina – Casimiro de Abreu
  203. A esfinge sem segredo – Oscar Wilde
  204. Carta de Pero Vaz de Caminha. – Pero Vaz de Caminha
  205. Memorial de Aires – Machado de Assis
  206. Triste Fim de Policarpo Quaresma – Afonso Henriques de Lima Barreto
  207. A última receita – Machado de Assis
  208. 7 Canções – Salomão Rovedo
  209. Antologia – Antero de Quental
  210. O Alienista – Machado de Assis
  211. Outras Poesias – Augusto dos Anjos
  212. Alma Inquieta – Olavo Bilac
  213. A Dança dos Ossos – Bernardo Guimarães
  214. A Semana – Machado de Assis
  215. Diário Íntimo – Afonso Henriques de Lima Barreto
  216. A Casadinha de Fresco – Artur Azevedo
  217. Esaú e Jacó – Machado de Assis
  218. Canções e Elegias – Luís Vaz de Camões
  219. História da Literatura Brasileira – José Veríssimo Dias de Matos
  220. A mágoa do Infeliz Cosme – Machado de Assis
  221. Seleção de Obras Poéticas – Gregório de Matos
  222. Contos de Lima Barreto – Afonso Henriques de Lima Barreto
  223. Farsa de Inês Pereira – Gil Vicente
  224. A Condessa Vésper – Aluísio de Azevedo
  225. Confissões de uma Viúva – Machado de Assis
  226. As Bodas de Luís Duarte – Machado de Assis
  227. O LIVRO D’ELE – Florbela Espanca
  228. O Navio Negreiro – Antônio Frederico de Castro Alves
  229. A Moreninha – Joaquim Manuel de Macedo
  230. Lira dos Vinte Anos – Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  231. A Orgia dos Duendes – Bernardo Guimarães
  232. Kamasutra – Mallanâga Vâtsyâyana
  233. Triste Fim de Policarpo Quaresma – Afonso Henriques de Lima Barreto
  234. A Bela Madame Vargas – João do Rio
  235. Uma Estação no Inferno – Arthur Rimbaud
  236. Cinco Mulheres – Machado de Assis
  237. A Confissão de Lúcio – Mário de Sá-Carneiro
  238. O Cortiço – Aluísio Azevedo
  239. RELIQUIAE – Florbela Espanca
  240. Minha formação – Joaquim Nabuco
  241. A Conselho do Marido – Artur Azevedo

Tendências de tecnologia para 2009

Eu trabalho principalmente como desenvolvedor devido à minha natureza nerd, mas algumas vezes sou alocado para fazer trabalhos de analista, designer (de software) ou arquiteto.

No entanto, a equipe tem o Sr. Biscoito, arquiteto de cacife que está sempre atualizado com as últimas novidades tecnologógicas, tanto do mundo .NET quanto da vertente Java. No início do ano ele me passou uma lista com sua previsão para tendências de 2009, que listo abaixo.

  • Processo de Desenvolvimento
    • Scrum
    • TDD
    • MDD
    • Refatoração
  • Frameworks e Tecnologias
    • NHibernate, JPA
    • Linq (Linq, Linq-SQL, Linq-XML e a extensão PLINQ)
    • Entity Framework
    • WCF
    • WPF, Silverlight, JavaFX e Adobe Flex
    • Expressões Lambda e Closures
    • AOP (Programação Orientada a Aspecto)
    • EAI (Enterprise Application Integration), Padrões de Projeto de Integração
    • Injeção de Dependência (conceitos e frameworks: Castle Windsor e Spring.NET)
    • Metadados de Classes e Reflexão: Anotações (Java Annotations) e Atributos (.NET Attributes)
  • Tendências
    • Python, DJango e Google Apps
    • Ruby on Rails
    • Linguagens Funcionais: F# e Scala

Pretendo fazer um post com uma análise de cada item desses ao longo do ano.

%d blogueiros gostam disto: