Arquivos Mensais: novembro 2006

A Vaca

Recebi o e-mail abaixo e não tive coragem de entrar no site. Que endereço mais estranho!

Vejá o desabafo dessa vaca, é muito legal!!!
Coitada da vaquinha!!!rsrsrsrsrs..
http://websiteonline.land.ru/flashvaca.html.cmd?aspx.chargeflash/vaca.htm Abração.


Alguém sabe do que se trata?

Quando a educação guia o turismo

São João del-Rei está na vanguarda ao incluir um programa de educação patrimonial no currículo escolar. Medida, que conta com o apoio da Unesco, é uma dentre várias que promete mudar a relação entre a cidade, moradores e turistas.

Perceber a vocação de uma cidade é o primeiro passo para se trabalhar no desenvolvimento desse potencial. Parece óbvio que São João del-Rei deve se atentar para o turismo cultural e de lazer. Há muitos motivos para tal, em que se notabiliza o enorme patrimônio cultural e natural aqui presente. Mas nada acontece fortuitamente. A cidade não é a única a oferecer tais atrativos e precisa criar uma estrutura e um ambiente receptivo aos visitantes. Mais importante ainda: fortalecer os laços dos são-joanenses com sua terra natal, conscientizando-os da importância da conservação.

Preservar a memória de um povo é uma das melhores formas de alcançar esse objetivo. Ciente dessa necessidade, Maria Teresa Resende Raposo apresentou ao programa Monumenta, da Unesco, o projeto “AQUI A EDUCAÇÃO GUIA O TURISMO”. Aprovado, o projeto passou a receber verbas para investir na educação patrimonial, cidadania cultural e turismo cultural. Muitas atividades foram executadas no último ano. A atividade mais recente é a mais motivante para Maria Teresa. Trata-se da Jornada Municipal do Patrimônio, produto da implementação do programa municipal de Educação Patrimonial ( lei de autoria do vereador Adenor Simões, 3.826, de 03 de março de 2004).

A Jornada envolve oficinas, feiras, mostras e palestras de educação patrimonial nas escolas municipais, organizadas pelas Supervisoras Municipais qualificadas como Multiplicadoras da Metodologia da Educação Patrimonial. Elas trabalham diretamente com as crianças da rede municipal. Escolhem um bem patrimonial considerado importante e realizam uma série de trabalhos envolvendo o bem escolhido. Desde pinturas e colagens até entrevistas com pessoas ligadas àquele patrimônio. Por fim, elaboram uma ficha de catalogação e registram, simbolicamente, o bem no LIVRO DO TOMBINHO.

Faz parte da jornada uma disputa no quadro quizz, do programa Vivacidade da Rádio Vertentes FM e a participação na Corrida de Orientação, percorrendo o centro histórico. Nos dois casos devem-se responder questões sobre o patrimônio são-joanense. Mas a jornada é apenas uma das várias medidas adotadas. A elaboração e edição de guia turístico da Trilha dos Inconfidentes (trecho da Estrada Real que tem São João del-Rei como cidade pólo) em inglês, com distribuição gratuita às operadoras de turismo internacional, embaixadas, receptivos internacionais, agências estrangeiras, entre outros é mais um exemplo. Com tiragem de 10 mil exemplares na 1ª. edição, contemplará o roteiro clássico (patrimônio arquitetônico), ecológico, festas e eventos culturais, roteiros alternativos (cidades vizinhas), roteiro de arte e artesanato e informações de serviços turísticos.

Para bem receber os visitantes, foi criado o curso de Formação e Treinamento básico de Condutores de Turistas Estrangeiros. Condutores de turistas foram treinados em educação e interpretação do patrimônio; curso intensivo de inglês e princípios básicos de comunicação e atendimento ao turista. Visando a continuidade do aprimoramento, será inaugurada uma cooperativa aberta dos condutores com orientação da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP) da UFSJ.

O desafio de criar essa consciência patrimonial inclui parceria com a Associação Comercial e a Prefeitura municipal de São João del-Rei através das secretarias de cultura e Turismo e Educação. O projeto ” Empresas Apaixonadas“, idealizado pela diretora de Turismo da Associação Comercial, Olga, teve como inspiração a nomeação da cidade de São João del-Rei com o título ” CAPITAL BRASILEIRA DA CULTURA-2007″. A instalação de painéis em ônibus urbanos com informações sobre a cidade complementa este projeto e teve como ponto de partida o trabalho de Educação Patrimonial, desenvolvido há sete anos, pelas professoras Maria Teresa Raposo e Lucia Helena Bortolo. Há ainda a preocupação de criar novos patrimônios. A parceria da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e da Secretaria de Educação no projeto “AQUI A EDUCAÇÃO GUIA O TURISMO” se faz fundamental para consolidar um processo permanente de apropriação dos bens culturais da cidade pelos seus moradores e visitantes. O lançamento da primeira edição de um Almanaque de Educação Patrimonial promete ser outra importante ferramenta nesse intuito.

Todo o trabalho será coroado e apresentado à população durante o Seminário do Patrimônio, no dia 30 deste mês, a partir das 17 horas, no Anfiteatro do Campus Santo Antônio da UFSJ . Durante o evento, acontece o Ciclo de Palestras onde serão abordados temas como a história da cidade e razões para a preservação, a Sessão Temática onde serão narradas as experiências de Educação Patrimonial em São João del-Rei e a Mesa Redonda para discussão dos desafios da gestão do patrimônio cultural.

Links interessantes

Alguns links interessantes:

The Hanso Foundation & M:I:III

Assisti hoje o filme Missão Impossível III e resolvi ir até o fim dos créditos pra ver se tinha cenas de um possível Missão Impossível 4 e, na lista de créditos, vi referencia para ” The Hanso Foundation“, do Lost!!!

Comecei a imaginar alguma possível relação da Paramount com a ABC, quando me toquei que o diretor do M:i:III é J. J. Abrams, diretor do Lost.

Drogas prescritas: melhores preços e genéricos

A palavra “medicine”, que inglês significa “remédio”, se assemelha muito com a palavra “medicina”. Como se remédio fosse sinônimo de medicina. Se bem que não foge muito da verdade…

Para os que precisam de remédio para viver, vale a pena o site Consulta Remédios, da Onofre em Casa. Nele é possível consultar através do nome de um remédio ou de seu princípio ativo os medicamentos substitutos, descontinuados ou genéricos.

Tem também a média de preço nos estados. Muito bom antes de comprar aquelas drogas caríssimas que nos receitam os médicos.

Livro “Remédio: Saúde ou Indústria” no Submarino
Livro “Âncora Medicinal: para Conservar a Vida com Saúde” no Submarino

Ida e volta

Fiquei impressionado com o ônibus convencional da Cometa na ida para BH!. Antes da viagem o motorista se identifica, passa várias informações úteis sobre a viagem, fala da temperatura do ar condicionado e ainda deseja boa viagem!

O cinto de segurança não é desengonçado, é confortável e se “auto-enrola”, ficando guardadinho entre os bancos quando não está em uso, além de não apertar mas ficar sempre justo. Como o motorista sugeriu o uso, essa foi a primeira vez que eu vi todos usando cinto… até a primeira parada, infelizmente.

Fui da rodoviária até a Faculdade de Medicina, quase uma hora de caminhada, debaixo de uma neblina quase garoa. Entrei na biblioteca e terminei de ler o livro “A Segunda Vinda de Steve Jobs”. Um livro que indico a todo Macmaníaco ou computeiro nerd. Lanchei e fiquei aguardando minha mãe, que chegou às 11:00.

Às 19:00 estava uma chuvinha fina, que se alternava entre garoa e chuvinha não-tão-fina-assim e o trânsito estava parado! Acabei indo a pé para a rodoviária, com uma sombrinha que minha mãe me emprestou e nos 30 minutos que fiquei esperando o ônibus comecei a ler o livro do Harry Potter que o Gabriel havia me emprestado.

Infelizmente na volta o ônibus era velho e não tão confortável como o da ida… não tinha ar condicionado, o banheiro fedia a mijo e a cadeira não deitava tanto quanto as do ônibus da ida. Mas mantinha a qualidade Cometa: motorista se identificando, água gelada, bancos espaçosos e rapidez.

Cavalo ou Águia?

Quais os horários, preços, tempo de viagem e empresas que fazem o trajeto São Paulo – Belo Horizonte?

Uma consulta no site da Socicam (responsável pela rodoviária de São Paulo) me mostrou que tanto a Gontijo quanto a Cometa fazem essa linha. Após uma ligação para essas duas empresas, estava de posse de uma grande lista de horários de ônibus convencionais (R$ 67,40), executivos (R$ 81,00 – apenas na Cometa) e leitos (R$ 99,00).

Foi então que começou o dilema: ir de ônibus para BH pela Cometa ou pela Gontijo? Será que valeria a pena ir de avião pela BRA? A promoção de volta por 1 real, da Gol, ainda existe? E comprar pelo Submarino Viagens, é mais barato?

De ônibus eu gastaria de 7:30 a 8 horas de viagem e de avião apenas 50 minutos… mas pela BRA a ida sairia por R$ 139,00 e a volta por R$ 169,00, fora a taxa de embarque, que se não me engano são R$ 20,00. Fora que ainda tem o risco do vôo não sair pois a BRA não garante o embarque no dia e horário “comprado”… Pela Gol, que garante o embarque no horário, a ida sai por R$ 155,00 e a volta por R$ 249,00… e a promoção de passagem a 1 real não existe mais.

Entre gastar R$ 140,00 e encarar 16 horas de viagem ou gastar R$ 350,00 e encarar 2 horas de viagem fiquei com o bom e velho busão. Ainda pensei nas combinações: ir de avião e voltar de ônibus ou ir de ônibus e voltar de avião, mas pagar o dobro do valor de uma passagem de ônibus é muito pra mim, ainda mais para ir e voltar no mesmo dia!

É bom eu colocar as pilhas do diskman pra carregar…

Doutorado de minha mãe

Amanhã é, finalmente, a data da defesa da tese de doutorado de minha mãe, em Belo Horizonte.

Deixei de voltar de férias na segunda-feira 6 de novembro para voltar na sexta 3 de novembro (após o feriado de finados no dia 2) justamente para nessa sexta-fera 10 de novembro ir para a capital mineira.

É uma tese em epidemiologia, pelo Programa de Pós Graduação em Saúde Pública, da Faculdade de Medicina da UFMG. Cheio de estatísticas, tabelas e gráficos, discutindo basicamente relação entre usuários de drogas injetáveis, programas de redução de danos, infecção à aids e diferenças de gênero.

O artigo “Características de homens e mulheres usuários de drogas injetáveis do projeto AjUDE Brasil II “, publicado nos Cadernos de Saúde Pública, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, na Fundação Oswaldo Cruz é uma “prévia” do que será apresentado amanhã.

Não vejo a hora!

Cometa + Visa Bradesco + Firefox = *****

Como o preço da viagem SP-SJdR tanto na Gontijo quanto na Cometa, em ônibus convencional, é o mesmo, tive de me decidir entre as duas empresas.

Quando estagiário viajava semanalmente de São Paulo para São Carlos pela Cometa e sempre gostei da velocidade e do conforto, mas o que me motivou mais foi a possibilidade de comprar a passagem no site da Cometa.

Mecanismo de procura eficiente, layout clean e com informações pertinentes (horário de partida, previsão de chegada, número de poltronas disponíveis, preço e tipo de ônibus – convencional, executivo ou leito) e ainda com um “gráfico de poltronas”, como as dos terminais de venda físico, para escolher um assento livre.

Selecionei minha ida hoje, minha volta amanhã, coloquei no carrinho de compras e fui pagar. Ele pediu que eu fizesse um cadastro mas de maneira alguma queria aceitar o RG que eu digitava no campo “Documento”… tentei completo, sem o traço, sem os pontos, sem as letras… Fui no Atendimento Online mas de forma alguma conseguia que o que eu digitava fosse para a janela do chat…

Como pode um site tão moderno com dois problemas tão graves? A contragosto tentei entrar no chat pelo Internet Explorer e não é que funcionou? A atendente me informou que no campo “Documento” é para colocar o CPF… fiz isso e funcionou.

Selecionei novamente as passagens e fui pagar com Visa. Fui redirecionado para um conexão segura (eeehhhh!!!!) e posteriormente para uma página do Bradesco Cartões, que eu nunca havia visto.

Aí começaram meus problemas… após a última etapa do login no site do Bradesco, a tela ficou vazia, branca, sem nada… no console de JavaScript do Firefox tinha uma mensagem de exceção não tratada. Tentei recarregar a tela e deu uma mensagem de “Página inesistente” no site do Bradesco. Recomecei o processo no site da Cometa e novamente o erro da página branca com exceção não tratada…

Então fui tentar pelo Internet Explorer. E não é que apareceu uma mensagem no lugar da tela branca? Dizia que era necessário instalar um plugin que só funcionava no IE… que talvez tivesse até de reiniciar o computador. Instalei o plugin mas aí não saía da última página da instalação…

Reiniciei o computador e tentei novamente pelo IE, que desta vez não pediu para instalar o plugin (claro, eu já tinha instalado) e conseguiu ir para uma página onde eu escolhia o cartão de crédito e digitava o código de segurança. No final tanto o site do Bradesco quanto o da Cometa exibiram telas com confirmação de pagamento e de compra das passagens, respectivamente, que imprimi prontamente.

Não satisfeito liguei para o auto-atendimento do Bradesco (aliás, o número que está atrás do cartão do Bradesco não funciona mais e no site do Home Banking do Bradesco não tem o telefone, só no site do Bradesco que tem) e reclamei do ocorrido, mas o atendente me disse que apenas o Firefox 1.0.x e 1.5.0.1 são homologados… e eu instalei ontem o Firefox 2.0!

Fico imaginando como uma pessoa que não é tão paciente e persistente como eu faz para comprar pela Internet…

ADEPI e Legendas do Lost

A piada do momento:

Rélou? Dis is ADEPI. Stop the legendas!… ISTÓPI DE LE-GEN-DÁS… *tu-tu-tu*”

Não entendeu nada? Foi um trocadilho do Eduardo na comunidade Lost – LostBrasil.com do Orkut, com relação à ação da ADEPI (Associação de Defesa da Propriedade Intelectual) de solicitar ao site Lost Brasil que retirasse as legendas dos episódios do Lost para download…

Tecnologia & Corretores

Falei mal do corretor com a folha de papel e não é que hoje fechei contrato com ele? A tecnologia ajuda, mas não é indispensável.

%d blogueiros gostam disto: