Arquivos Mensais: setembro 2006

480 megapixels

O que você acha de uma foto panorâmica em 360º, com 480 megapixels, tirada em apenas 2 segundos e que ocupa 2,7 gigabytes?

É a recém lançada câmera fotográfica Roundshot D3, construída manualmente pela empresa suíça Seitz Phototechnik AG, que pode usar lentes médio formato da Schneider, Rodenstock, Hasselblad, Pentax 67 e algumas outras, além de poder usar o back digital em outras câmeras também, como a Seitz 6×17 Digital, lançada conjuntamente e que tem “apenas” 120 megapixels.

Essa câmera tem tempo de exposição de até 1/20.000 e ISO/ASA equivalente a 500 até 10.000 (com possibilidade de definir sensibilidades diferentes em diferentes áreas do sensor). Uma tela sensível ao toque ( touch screen) com 640×480 pixels pode ser colocada na câmera ou removida, controlando a câmera remotamente (de forma wireless – sem fio).

A foto é enviada do sensor para a unidade de armazenamento por uma conexão gigabit ethernet, o que permite controlar a câmera pela rede, funcionando tanto em Windows quanto Linux e em Macs. Ahh custa só U$ 36, 000.00…

Morreu Leandro Vitoriano

Leandro B. Vitoriano, 20, morreu anteontem depois de cair de uma tirolesa no parque Vale Encantado, localizado em Biritiba-Mirim (Grande SP).

A família de Leandro acusa o parque de não prestar socorro e de não oferecer equipamentos de segurança. Na tirolesa, o praticante atravessa um rio ou lago por uma corda, usando uma roldana.

A família de Leandro disse que ele caiu de cabeça e morreu porque o lago era raso. O diretor do parque, Carlos Pimenta, diz que o lago tem profundidade adequada e que o fato ocorreu porque Leandro fez uso inadequado do equipamento.

Fonte: Folha de São Paulo

A notícia acima estaria na primeira capa de todos os jornais se Leandro Vitoriano fosse algum famoso… mas ele não é. Ele é “ajudante de pedreiro”.

Livro Juventude, Lazer e Esportes Radicais, de Ricardo Ricci Uvinha, no Submarino.

Fenômeno Rebelde e RBD

Na década em que eu era criança, a novela febre na TV do Brasil, no SBT, era Chiquititas.

Hoje é Rebelde, cujo grupo de protagonistas (Mía Colucci, Roberta Pardo, Miguel Arango, Diego Bustamante, Lupita Fernández e Giovanni Méndez) forma a banda RBD (Anahí, Dulce, Maite, Alfonso, Christian e Christopher), que já fez até show no Brasil.

O merchandising com essa coqueluche não fica atrás: tem foto, figurinha, música, letras das músicas, vídeos, jogo, roupa, emotions, clips e até boneca Rebelde!

O RBD já lançaram 7 CDs (Rebelde Edição Brasil, Rebelde Edição Espanhol, Nuestro Amor, Nosso Amor, Tour Generación, En Vivo e RDB Live in Hollywood), 2 DVDs (Live in Hollywood e Tour Generación RBD), e a novela Rebelde tem a 1ª temporada em DVD (grátis a gravata) e já está na 3ª temporada!

Para os jovens que caírem aqui por acaso, aqui está o site oficial RBD, fanclube brasileiro, resumo dos capítulos da novela e o flogão, blogs e flogs.

Cupom de Desconto no Submarino da TVA

A TVA, empresa de TV a cabo, internet banda larga e voz sobre IP (voip), oferece para seus clientes, através do programa TVA com você, uma vantagem que quase paga a mensalidade: cupons de desconto no Submarino.

São dois cupons descontos, um cupom de R$ 20,00 para compras acima de R$ 100,00 (20% de desconto) e outro de R$ 40,00 para compras acima de R$ 250,00 (16% de economia).

A TVA também é parceira das Lojas Americanas, onde oferece ofertas excelentes! Na loja Só Futebol Brasil dá desconto de 10% em todos os produtos.

Cupom de Desconto no Submarino da Amex

Os melhores cupons de desconto do Submarino da atualidade são os oferecidos pela American Express Brasil para quem tem cartão Amex. É a política deles de Economia e Recompensas.

Um cupom de desconto é de R$ 20,00 para compras acima de R$ 100,00 (20% de desconto) e o outro é de incríveis R$ 80,00 para compras acima de R$ 500,00 (16% de desconto)!

Obs.: Os códigos só são válidos para pagamento com cartão Amex ou boleto bancário.

Cupom de Desconto da Vivo no Submarino

Um dos melhores e mais tradicionais cupons de desconto do Submarino são os que a operadora de celular Vivo oferece a seus clientes pelo Clube de Vantagens.

São dois descontos de 20% cada: um cupom de R$ 15,00 para compras acima de R$ 75,00 e outro de R$ 30,00 para compras acima de R$ 150,00.

São descontos excelentes para comprar box de filmes, de seriados e claro, livros. Uma pena que não tem frete grátis…

Cupom de Desconto do UOL no Submarino

O Clube de Assinantes do UOL tem uma vantagem sobre outros provedores que na minha opinião é a melhor: cupom de desconto de R$ 15,00 para compras cima de R$ 50,00 no Submarino! São incríveis 30% de desconto, excelente para comprar DVDs, CDs e Livros, muito melhor que alguns cupons por aí.

Cupom de Desconto da Marítma Seguros no Submarino

O Auto Clube Maritma, da Marítma Seguros, tem algum tipo de parceria com o Submarino e fornece cupons de desconto de R$ 10,00 para compras acima de R$ 50,00. Esse cupom de 20% é excelente para comprar DVDs, CDs e Livros.

Protegido: Vídeo de Daniella Cicarelli na praia

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Esdras Martins – candidato a Deputado Federal

Recebi o e-mail abaixo do Esdras Martins, que organiza as provas do Enduro a Pé e tem umas propostas muito interessantes. Depois de ler Fritjof Capra, não tem como eu deixar de defender a manutenção do ecosistema (garantir nossa vida nesse planeta por mais uns 1000 anos).

Caros amigos

Pela primeira vez na vida eu tenho a possibilidade de votar em alguém que conheço bem. Sua candidatura a Deputado Federal pelo Partido Verde chega no momento certo, pois eu estava descrente como nunca na idoneidade das pessoas na política.

Eu conheço o Esdras Martins, e sua família, há uns 18 anos. Ele é engenheiro por formação, fotógrafo e micro empresário, do setor de ecoturismo. Seu respeito e apreço pela natureza o levaram a essa atividade profissional, há uns 15 anos, numa época em que isso ainda não era “moda”. Recentemente ele me falou do seu inconformismo, captado pelas lentes de fotógrafo, mediante a devastação que só aumenta e compromete nosso próprio futuro. Daí surgiu sua vontade de se posicionar politicamente em defesa do meio-ambiente e se superar, pois sua campanha é feita com recursos próprios.

Esdras é um cidadão comum, como eu e você, mas que teve a coragem de tentar aquilo que muitos de nós desejamos: participar ativamente da condução do país, para responder a tanto desmando. Esta é sua primeira candidatura a cargo eletivo.

Eu ajudo como posso, divulgando sua candidatura a vocês, meus amigos. Ele precisa de no mínimo 30.000 votos para ter chances. Ele pede que cada pessoa que tenha intenção de votar nele consiga mais 43 eleitores. Visite seu site, conheça seu perfil, suas propostas, seu endereço e telefone.

Abraços a todos
Paulo Eduardo Simonetti

Livros do Fritjof Capra no Submarino
Livro “Repensando o Partido Verde Brasileiro“, de Tibor Raboczkay no Submarino
Livro “Manual das Eleições 2006 para Deputados Federais e Estaduais” de Wolney Ramos no Submarino

Regionalismos lingüísticos – Minas Gerais e São Paulo

Faz quase quatro anos que moro em São Paulo, capital e quase 7 que moro no estado de São Paulo. Mineiro de origem, nascido e criado por 18 anos em São João del-Rei, fiz um “dicionário” com alguns termos de nossa língua portuguesa que são diferentes nos dois estados. Coloquei também os termos que existem no dicionário Michaelis, cujo significado seja o utilizado em um dos estados.

lanche
SP: sanduíches em geral. Ex.: vou comer um lanche
MG: refeição, semelhante ao café da manhã, mas à tarde. Ex.: vou lanchar agora
Michaelis (lanche): Pequena refeição entre o almoço e o jantar; merenda.

bolacha
SP: o paulista chama biscoito de bolacha
MG: bolacha para o mineiro é tipo um biscoito, mas duro, que velho geralmente come molhado no café com leite
Michaelis (bolacha): Bolo chato e seco de farinha, de diversas formas e tamanhos.
Michaelis (biscoito): Massa de farinha ou fécula, cozida no forno até ficar bem seca.

sorvete
SP: tanto sorvete quanto picolé
MG: picolé é no palito, o resto é sorvete
Michaelis (sorvete): Confeição de sumo de frutas, cremes, leite, chocolate etc., temperada com açúcar e congelada sob a forma de neve.
Michaelis (picolé): Sorvete solidificado em uma das extremidades de um pauzinho que lhe serve de cabo.

farol
SP: semáforo para controlar fluxo de carros
MG: falamos sinal ou sinal de trânsito

pão de leite
SP: pão feito de leite
MG: falamos pão doce

pão doce
SP: pão com creme em cima
MG: pão doce para o mineiro é o pão de leite do paulista

carta
SP: carteira de habilitação (de motorista)
MG: falamos carteira de motorista

funileiro
SP: profissional que restaura carros batidos ou amassados
MG: chamamos de lanterneiro
Michaelis (lanterneiro): Trabalhador especializado em recompor partes amassadas de carroçaria de automóveis.

mistura
SP: acompanhamento do arroz, feijão e salada
MG: termo inexistente no vocábulo mineiro

encanador
SP: quem arruma instalações hidráulicas
MG: falamos bombeiro
Michaelis (encanador e bombeiro): Artífice que instala ou conserta encanamentos de distribuição de água e de gás, bem como lavatórios, pias, aparelhos sanitários etc. Sin: bombeiro, bombeiro instalador, instalador.

gelinho
SP: suco de frutas congelado, dentro de um saquinho
MG: chup-chup
RJ: sacolé

calçada
SP: via onde as pessoas andam, entre a rua e as casas
MG: falamos passeio
Michaelis (calçada): Passeio empedrado, atijolado ou cimentado, para trânsito de pedestres e geralmente ao longo das casas.
Michaelis (passeio): Parte lateral e um pouco elevada de algumas ruas, destinada ao trânsito de quem anda a pé.

cândida
SP: material de limpeza, composto de clóro ativo
MG: água sanitária
Michaelis (cândida): Cachaça, pinga

mandioquinha
SP: legume, uma raiz branca que quando cozida fica amarela
MG: dizemos “batata-baroa” ou “cenoura-amarela
Michaelis (mandioquinha): Erva da família das Amiáceas (Arracacia xanthorrhiza) que produz raízes tuberosas, amarelas, muito apreciadas na alimentação humana; também chamada mandioca-salsa, batata-cenoura e batata-baronesa.

sarjeta
SP: elemento que fica entre a rua e a calçada
MG: falamos meio-fio

lotação
SP: ônibus
MG: falamos ônibus mesmo

banana nanica
SP: espécie de banana doce e grande
MG: falamos banana d’água
Michaelis (Banana-nanica): planta (Musa sinensis ou Musa cavendishii), de pequeno porte e que produz cachos grandes com frutos de boa qualidade.

laranja lima
SP: espécie de laranja bem doce
MG: falamos laranja serra d’água

Dicionários Michaelis no Submarino
Livro “Minas, os Mineiros e Seus Mineirismos: um Ensaio de Interpretação“, de Péricles Capanema Ferreira e Melo, no Submarino

Polzonoff

Nunca li Polznoff

Fraunhofer, MP3 e Projetores

Foi no Fraunhofer IIS (Institut Integrierte Schaltungen – Integrated Circuit Institute) que o MP3 foi desenvolvido, recebendo este nome em 1995, há 11 anos!

Agora a divisão de Microoptical Systems do Fraunhofer IOF (Institut Angewandte Optik und Feinmechanik – Applied Optics and Precision Engineering Institute) em parceria com o Fraunhofer IPMS (Institut Photonische Mikrosysteme – Photonic Microsystems Institute) criaram um projetor do tamanho de uma moeda (ou de um cubo de açúcar, como gostam de dizer lá fora). Atualmente apenas nas cores azul e vermelho, mas que futuramente poderá se tornar um projetor RGB (Red – Green – Blue / Vermelho – Verde – Azul) para dispositivos móveis como celulares ou palms.

A empresa Light Blue Optics, nascida da Cambridge University Engineering Department (são medonhos os pesquisadores de Photonics Research), já tem projeto de um projetor do tamanho de uma caixa de fósforos e a tecnologia PVPro, pelo que parece, faz projeção holográfica.

Projeção holográfica, aliás, que pelos vídeos da Dimensional Studios, está bem avançada!

Próximo passo: projetor holográfico do tamanho de um dado 🙂

População, Guerra, Suicidas e Terrorismo

Segundo o CIA World Factbook, o Brasil tem a 5ª maior população do mundo (188.078.227), atrás apenas da China (1.313.973.713), Índia (1.095.351.995 ), Estados Unidos da América (298.444.215) e Indonésia (245.452.739) – estimativas de Julho.

Para quem teve aulas efetivas de geografia do colégio, isso não é novidade. Eu estava procurando estimativa populacional do Iraque antes e depois da guerra para ver se houve redução significativa da população. Infelizmente não achei dados da população em anos anteriores, apenas a estimativa de Julho de 2006.

Eu queria verificar a hipótese de que quanto mais arriscado for viver em uma região, mais comumente pessoas se suicidariam em ataques terroristas. Isso para a religião muçulmana, onde o suícidio “religioso” não é condenado, sendo até recomendado pelos radicais.

Seria semelhante à sensação que tenho de que pequenos marginais vivendo em favelas violentas têm menos apego à vida e praticam ações mais arriscadas, como assalto a mão armada e crimes violentos, que aqueles que vivem em favelas não violentas.

Não sou economista, sociologista, antropologista ou cientista político, então definitivamente esse nunca será o tema de uma possível tese de mestrado ou doutorado, apesar de achar que existe um pingo de verdade nessas duas hipóteses.

Livros sobre o Iraque no Submarino.

Gedimar, Valdebran e Vedoin

Agora eu tenho certeza que Quentin Tarantino costuma ler os jornais brasileiros para se inspirar em seus filmes. Os trechos abaixo, de uma notícia da Folha de São Paulo, parece que saiu de um roteiro dele!

Os Vedoin, de acordo com Gedimar, pediram inicialmente R$ 20 milhões por “informações graves” que envolveriam “não só políticos de outros partidos, mas também do próprio PT”, e referentes “não apenas ao caso sanguessuga”. O valor, entretanto, “estava fora do alcance do partido”.

A negociação teria prosseguido até baixar a R$ 2 milhões. Como mesmo essa quantia foi considerada elevada, o PT, segundo Gedimar, ofereceu “a uma importante revista de circulação nacional sociedade [sic] na compra das informações”

Interessado em receber o restante do dinheiro, Vedoin teria entregue aos jornalistas um CD-ROM que supostamente conteria as informações prometidas. Mas “os jornalistas, ao chegarem à sua base, verificaram que o CD nada continha”.

Valdebran, que já havia recebido R$ 1 milhão, ficou de apresentar na quinta-feira os documentos, mas estes não chegaram de Cuiabá. Gedimar o questionou “sobre o CD vazio”. Na quinta, “por volta das 23h”, Valdebran telefonou para Luiz Antonio Vedoin, pois “estava preocupado” por permanecer com todo o dinheiro no hotel.

Gedimar disse ter recebido R$ 1 milhão na manhã de quinta, “por volta das 6h, no interior do estacionamento do hotel Ibis, de uma pessoa branca, com aproximadamente 45 anos, cabelos negros carapinha, que não declinou o nome e que estava no interior de um táxi”. A segunda parte, na noite do mesmo dia, “por volta das 23h30, de uma pessoa de nome André, de cor branca, com aproximadamente 45 anos”.

A leitura dos dois depoimentos à Polícia Federal desfaz a impressão inicial de que Gedimar e Valdebran –o primeiro simpatizante do PT e autodeclarado advogado do partido, o segundo filiado à sigla, ambos baseados em Cuiabá– formariam uma dupla, até porque foram presos juntos.

Na verdade, Gedimar era o pagador, e Valdebran, hospedado no quarto ao lado, o recebedor pelos Vedoin.

%d blogueiros gostam disto: