Arquivos Mensais: julho 2003

Fusca

Hoje vai ser produzido o último fusca, no México. Fim de uma longa história!

China in Cup

Experimentei hoje uma culinária chinesa bem peculiar: China`in Cup. É simples: quando for 8 da noite ligue do trabalho para algum delivery de comida chinesa e peça a comida, os rolinhos primavera, banana empanada e tudo mais. Quando for por volta de 21:30 e a comida chegar, sem os pratos, sem os talheres e sem refrigerante é só utilizar copos descartáveis para se servir!

Além do malabarismo de comer com dois pauzinhos, têm-se de fazer o malabarismo de comer com copo… e água como acompanhamento! Só tem de ter cuidado para não colocar a água no copo errado…

Fim de Semana

Nada como um ótimo fim de semana.

Um domingo para ficar na cama até tarde, ir jantar no shopping, saborear um capucchino de café da manhá às 5 da tarde.

Um sábado acordando tarde, trabalhando pela tarde e terminando o dia em um encontro de lista de discussão desconhecida em um local ainda mais desconhecido.

Uma sexta feira com trabalho o dia inteiro e ópera de Nelson Rodrigues ao fim do dia, terminando com um pouco de vinho e cama para descansar o corpo.

O que define o quão bom é um fim de semana não é aonde se vai, o que se faz, o que se come ou a que horas se vai dormir… não, não é nada disso. É necessário apenas a pessoa certa para transformar três dias em minutos que serão eternos.

Encontro Voadores

Há muitos e muitos anos o Marcelo me falou sobre a lista Voadores. Na verdade, nem tantos anos assim, já que no sábado foi a festa de 3 anos da lista. Festa muito boa por sinal.

Ariel Cohelo

Andando pelo centro de São Paulo na hora do almoço escuto alguém tocando violão. Junto dele, um aglomerado de pessoas. A música: vilão clássico, ao melhor estilo de Paco de Lucia, John McLaughlin e Al Di Meola. Não pude evitar, comprei o CD.

O cara é um guitarrero argentino chamado Ariel Cohelo.

Dia fora do tempo

O Dia fora do Tempo. Não é dia de semana, não é dia de mês… é hoje. Dia Internacional para a Cultura e Paz.

Google AdWords

Eu rezo para o Deus da Internet: Google. Ele é onipresente, é onipotente, é oniciente. Sua sabedoria é ilimitada, sua velocidade invejada. Até mesmo o seu recente espaço publicitário, AdWords, é algo ímpar.

Ditadura

Ontem tropas dos Estados Unidos mataram os dois filhos de Saddam Hussein, Uday e Qusay. Abaixo, trechos de uma reportagem do The New York Times:

Soldados da 101ª Divisão Aerotransportada, assim como das Forças de Operações Especiais, ordenaram aos dois que se rendessem e tiveram como resposta uma rajada de fogo de armas leves, disse em entrevista à imprensa, na noite de terça-feira, o general Ricardo S. Sanchez, comandante das tropas terrestres norte-americanas no Iraque.

Um oficial militar graduado disse que helicópteros Apache, aviões A-10 “Warthogs” e aeronaves de caça estacionadas em porta-aviões foram chamados para prestar apoio aéreo à operação.

Okay… nem no período ditatorial do Brasil o governo utilizava de tanta força para eliminar seus opositores políticos.

O Bush abdicou de toda ideologia democrática e ordenou a invasão do Iraque ignorando a opinião do resto do mundo e até mesmo a da ONU. Criou uma guerra contra o Iraque e agora mantém um regime militar “provisório” no comando do país. O pequeno(?) descontatamento popular dos Iraquianos contra a invasão é reprimido com rajadas de tiros e 150 mil soldados estadunidenses no país. Se isso não for ditadura, reescrevam todos os livros de História pois está tudo errado!

Infância

Achei na net uma página sobre brincadeiras populares.

Ser criança é algo maravilhoso. A ingenuidade, a pureza, o tempo livre, a alegria, a despreocupação e vida sem problemas.

Brinquei de queimada, pelada, cavalo de guerra, sô lobo, barra manteiga, carniça, pique, amarelinha, chicotinho queimado, cabra cega, cabo de guerra, cadê o toucinho que estava aqui, palitinhos, mal me quer, jogo da velha, serra, serra, serrador, adedanha

Também lembro-me de “passa anel“, “caí no poço“, “detetive“, “o ganso” e “jacarezinho” (na piscina) além várias variações de pique.

Olimpíadas

O espírito olímpico é universal entre os povos.

E chove. Chove muito. Mas a chuva é boa!

São Tomé das Letras

E como todas as outras vezes, descobri mais sobre mim: minha ausência de expectativa, minhas idéias sobre mente e consciência, minha alegria, meu extase, minha vida positivista, infantil e desencanada da reação dos outros. “Inteligente e perpicaz”, mas na verdade um louco convicto. Não sou um São Francisco que fala com a amendoeira mas sou alguém que é feliz e que rí da vida. Um louco… feliz.

Conheci o tão famoso Flipper, o peixe que acha que é golfinho, pula na água, nada como

golfinho e sobe na sua mão. Fica cada vez mais difícil acreditar que não existe algo além.

E as coincidências ficam cada vez mais insuportáveis. Tudo que conversei na van vi na Etapa 2, tudo que conversei na Fundação falei nesse exato momento com a Taty. Tudo se encaixa, tudo faz sentido. É como se cada momento vivido nesse fim de semana tivesse uma razão de ser.

Agora já não posso me sentir solitário na maior cidade do Brasil. Eu, o Louco, achei minha psicóloga. Dessa vez mais coincidências: conhece o Mascotinho, amigo meu de infância…

.Net vs WebSphere

Achei uma avaliação de segurança entre Microsoft Windows Server 2003 com .Net Framework e um Linux com IBM WebSphere, criado pela consultoria @stake.

É super técnico, científico e abrangente. Lí por alto, mas quero ler com mais calma depois.

Também estava lendo o FAQ do Mono, que é um projeto de desenvolvimento do Framework .Net (compilador C#, compilador Just-in-Time para a máquina virtual, interpretador e conjunto de classes) para Linux/Unix desenvolvido pela Ximian.

Pensamento

Deve existir alguém para trocar cultura, arte e prazer.” – Sara Ceribelli

Liberdade estadunidense

Nenhum de nós [estadunidense] que veste este uniforme [militar] é livre para dizer qualquer coisa depreciativa sobre o secretário de Defesa ou o presidente dos Estados Unidos.” – comandante das forças invasoras no Iraque, o general John Abizaid, 17/07/2003

Nada como a boa liberdade de expressão e perfeita democracia defendidas pelos Estados Unidos!

Quem quer que seja indicado pelo ocupante estrangeiro [Estados Unidos] não pode dar ao seu povo [iraquianos] e ao país [Iraque] nada mais que o desejo dos ocupantes [Estados Unidos e Inglaterra].” – voz supostamente de Saddam Hussein em fita trasmitida por duas emissoras de TV árabe, 17/07/2003

O ocupante estrangeiro invadiu o Iraque para enfraquecer e destruir seus recursos, por isso a única solução é resistir à ocupação e fazer o inimigo fracassar.” – mesma voz

E nada como um ditador tentando libertar seu povo da dominação extrangeira para voltar com seu governo tirano.

Ftp:80

Depois de 4 meses finalmente coloquei um cliente de FTP rodando na porta 80!

Como eu odeio aqueles murinhos de tijolo pegando fogo!!

%d blogueiros gostam disto: