Qualidade de mídia DVD

Uma pessoa é nerd quando escreve a mensagem abaixo para refutar a frase ” Gostaria de saber se isso é verdade mesmo, wavelenght = qualidade?

Essa informação de wavelength só existe em mídias DVD±R. Mídias DVD±RW não têm essa informação.

A potência utilizada pelo laser para gravar um disco depende da mídia utilizada e do gravador. A determinação da melhor potência do laser ao gravar uma mídia é denominada “Optimum Power Control” (OPC).

Existe na mídia DVD-R uma área denominada “Power Calibration Area” (PCA), que o gravador grava em diferentes potências antes de iniciar a gravação efetiva dos dados para determinar a melhor potência a ser utilizada durante a gravação. O formato DVD+R utiliza outra abordagem. O OPC é executado durante todo o processo de gravação, se adequando dinamicamente à melhor potência e wavelenght.

Para facilitar o trabalho de OPC, na mídia fica gravado um “Wavelength Code”. É uma sugestão para o ajuste da potência e wavelength para o OPC.

Segundo as especificações ECMA 359 (DVD-R) e ECMA 349 (DVD+R), o laser para ler DVDs gravados deve usar um wavelength de 650 nm ± 5 nm, ou seja, de 645 a 655 nanômetros. Para gravar DVD-R, o laser deve usar de 645 a 660 nm de wavelength e para DVD+R, deve usar de 650 a 670 nm de wavelength.

Nas mídias DVD-R, os valores do “Wavelength code” vão de 0 a 16 (00h a 10h), de acordo com a tabela abaixo. Nas mídias DVD+R, os valores do “Wavelength code” (?IND) são de tal forma que ?IND = wavelength – 600, ou seja, o “Wavelength Code” vai de 45 a 70 (2Dh a 46h).

+————————+ +——————————–+
| DVD+R | | DVD-R |
+————————+ +——————————–+
| DEC | HEX | Wavelength | | DEC | HEX | Wavelength |
+—–+—–+————+ +—–+—–+——————–+
| 45 | 2D | 645 | | 0 | 00 | Não Especificicado |
| 46 | 2E | 646 | | 1 | 01 | 645 |
| 47 | 2F | 647 | | 2 | 02 | 646 |
| 48 | 30 | 648 | | 3 | 03 | 647 |
| 49 | 31 | 649 | | 4 | 04 | 648 |
| 50 | 32 | 650 | | 5 | 05 | 649 |
| 51 | 33 | 651 | | 6 | 06 | 650 |
| 52 | 34 | 652 | | 7 | 07 | 651 |
| 53 | 35 | 653 | | 8 | 08 | 652 |
| 54 | 36 | 654 | | 9 | 09 | 653 |
| 55 | 37 | 655 | | 10 | 0A | 654 |
| 56 | 38 | 656 | | 11 | 0B | 655 |
| 57 | 39 | 657 | | 12 | 0C | 656 |

| 58 | 3A | 658 | | 13 | 0D | 657 |
| 59 | 3B | 659 | | 14 | 0E | 658 |
| 60 | 3C | 660 | | 15 | 0F | 659 |
| 61 | 3D | 661 | | 16 | 10 | 660 |
| 62 | 3E | 662 | +—–+—–+——————–+
| 63 | 3F | 663 |
| 64 | 40 | 664 |
| 65 | 41 | 665 |
| 66 | 42 | 666 |
| 67 | 43 | 667 |
| 68 | 44 | 668 |
| 69 | 45 | 669 |
| 70 | 46 | 670 |
+—–+—–+————+
Valores acima de 16 (10h) para DVD-R estão fora da especificação.

Não é necessário utilizar o Alcohol 120% para pegar o “Wavelength Code” de uma mídia. Ainda mais porquê o Alcohol 120% só consegue identificar o “Wavelength Code” de mídias DVD-R. O DVDIdentifier, que é mais indicado para essa tarefa, pode ser utilizado.

O 15º byte do “complete media code” de uma mídia DVD-R é o “Wavelength Code”. Abaixo, como exemplo, o “complete media code” de uma mídia Egital DVD-R 8x:

00 6C 00 00 01 40 C1 FD 9E D8 52 00 02 87 0D 10 .l…@….R…..
66 78 80 00 03 54 59 47 30 32 00 00 04 00 00 00 fx…TYG02……
00 00 00 00 05 AA A2 22 22 20 02 00 06 08 0E 11 …….”” ……

O penúltimo par de números da primeira linha é o “Wavelength Code”. Nessa mídia o “Wavelength Code” é 13 (0Dh), ou seja, o wavelength sugerido para a gravação é de 657 nanômetros.

No caso de mídias DVD+R, o “Wavelength Code” é o 34º byte. Abaixo, como exemplo, o “complete media code” de uma mídia Imation DVD+R 8x :

01 02 00 00 A1 0F 02 00 00 03 00 00 00 26 05 3F ………….&.?
00 00 00 00 00 00 03 4D 42 49 50 47 31 30 31 52 …….MBIPG101R
30 34 01 38 23 54 37 12 02 42 6E 02 A8 6B 15 15 04.8#T7..Bn..k..
0B 0B 08 08 01 19 1B 0C 0C 0C 0D 01 00 00 00 00 …………….

O segundo par de números da terceira linha é o “Wavelength Code”. Nessa mídia o “Wavelength Code” é 52 (34h), ou seja, o wavelength sugerido para a gravação é de 652 nanômetros.

Não acredito que o wavelength tenha muita relação com qualidade da mídia, mas talvez no caso específico do PlayStation, as mídias que precisam de wavelengths mais altos para gravar são mais fáceis de serem lidas pelo seu leitor. Ainda assim, pode ser que algum gravador se dê melhor com mídias de wavelengths altos e outros com de wavelengths baixos. E ainda assim, uma mídia que sugere um wavelength alto pode ser gravada com um wavelength baixo pelo gravador.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: