Universo, ondas, sentidos, Deus e homem

"Este é um universo mágico que inspira a admiração: não existem átomos, apenas ondas e movimentos à nossa volta. E aqui a pessoa se livra de toda a crença em barreiras à compreensão. Coloca-se de lado a própria idéia de compreensão. Este universo não pode ser visto, não pode ser ouvido, não pode ser detectado de modo algum pelos sentidos fixos. É o derradeiro vazio, onde não existem telas em que se possam projetar as formas pré-ordenadas. Tem-se apenas uma consciência aqui – a tela dos magos que é a imaginação. Aqui a pessoa compreende o que significa ser humano. É um criador de ordem, de sistemas e formas de beleza, é um organizador do caos." – O Manifesto Atreides, Arquivos da Bene Gesserit

HERBERT, Frank. Os Hereges de Duna. 1984. Página 287

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: