Qual o significado d’eu ter 246 contatos no meu IC…

Qual o significado d’eu ter 246 contatos no meu ICQ? Uns 40 não devem entrar mais, devo conhecer umas 100 pessoas, então sobram umas 120 pessoas que eu só “conheço” pela Internet. Os que eu conheço tem a explicação de que é pra manter contato, conversar sempre, comunicar quando preciso. E os outros, que eu nunca vi na vida? Alguns eu nem converso muito, outros eu converso sempre que encontro online.

Para responder essa pergunta para as 120 pessoas que eu não conheço só se responder primeiro outra pergunta: “Porquê eu começo a conversar com alguém pelo ICQ sendo que nem conheço? O que me motiva a começar?”.

  • Talvez eu me sinta sozinho e queira conversar com alguém, mesmo que virtualmente.

  • Talvez eu tenha esperança de conhecer alguém legal que depois possa conhecer pessoalmente.

  • Talvez eu queria conversar com alguém com os mesmos interesses que eu. Trocar idéias e experiências.

  • Talvez eu goste do que alguém faz e queira conversar com essa pessoa. Como se fosse um fanatismo memo.

  • Talvez porquê o ICQ passa uma falsa sensação de conhecimento sobre a pessoa com quem se conversa.

  • Talvez pelo motivo mais óbvio: poder estar sempre em contato com essa pessoa.

  • Talvez apenas para conhecer pessoas novas.

    Pude perceber que os motivos que me levam a conversar com alguém pelo ICQ são os mesmos que me levam a conversar com alguém fora do ICQ. Os mesmos princípios, as mesmas vontades, os mesmos interesses. O ICQ é apenas um meio de se relacionar com outra pessoa, assim como existe a carta, o telefone, o e-mail. (me passou pela cabeça que ‘relacionamento’ é uma classe pai e ‘ICQ’ é uma herança de ‘relacionamento’… melhor parar de programar que tô ficando bitolado já)

    Logo, conversar por ICQ não chega a ser um problema, mas a partir do momento que eu começo a questionar porque ICQ e não um relacionamento real, físico… Estou aqui, agora, na frente do micro conversando com alguém que nem sei se é realmente quem diz ser. Alguém que provavelmente nunca irei conhecer. Não seria melhor eu estar agora em algum lugar onde podesse interagir com pessoas de verdade e conhecer pessoas de verdade? Não nego que em boates e coisas do gênero existe uma marquetização do ser, uma superprodução da imagem, mas mesmo assim não deixa de ser mais real do que alguém que só existe na Internet. Então eu me pergunto: Se não estivesse conversando com alguém agora no ICQ, eu estiria conversando com alguém pessoalmente? (não) Ou então: Eu deixo de conversar com alguém pessoalmente para conversar pela Internet com outra pessoa? (as vezes)

    A partir do momento que o ICQ não é trocado por uma conversa real, mas utilizado como um meio a mais de comunicação para quando comunicação física não é possível, deve ser saudável. Com relação aos aproximadamente 100 contatos que eu conheço, nem há dúvida de que o ICQ é um ótimo aliado para manter contato. Não tem como eu ver meus amigos de SJdR, ir na casa de amigos daqui de São Carlos a qualquer hora ou conversar sempre com amigos que estão nas mais distantes cidades brasileirs.

  • Deixe um Comentário

    3 Comentários.

    1. tente apagar um pouco das pessoas

    2. Puxa HCC… tou até emocionadoz!!

      Concordoz contigoz e não abroZ!!

      Vivaz o ICQz!!

    Não fique de fora, dê sua opinião!

    %d blogueiros gostam disto: