Oi… sim, eu de novo…. E pra variar, vou escre…

Oi… sim, eu de novo….

E pra variar, vou escrever umas baboseiras que andei pensando enquanto dava uma passeada no shopping…

Estava na livraria, olhando descompromissadamente alguns livros interessantes sobre religião.

Quando ouço algumas pré-adolescentes de cerca de 14-12 anos rindo em um tom elevado. Voltando minha atenção à elas, notei que estavam folhando livros sobre sexo.

Livros até bem avançadinhos (sem muitas descrições). Comentavam que já estava na hora delas se informarem.

Uma certa revolta tomou meu ser… Tenho 17 anos na cara corpo e mente, e nunca senti necessidade de ler nenhum daqueles livros (pelo menos por enquanto). Nada contra livros de sexo, inclusive, assim que menstruei ganhei de meus pais um livro sobre educação sexual que de certo modo foi bom. Mas creio ainda que aprendi mais mesmo no diálogo com minha mãe, ou com minha própria curiosidade (na internet tem muito lixo, mas também tem muita coisa séria). Hoje, apesar da pouca idade, me considero muito bem informada e educada nesses aspectos.

Mas fiquei triste ao ver essa “nova geração” mais nova que eu, meninas que nem mulheres eram (em nenhum aspecto..), já pensando em sexo sexo sexo, posições, modalidades, peculiaridades.

Nessa idade, eu lia livros sobre religião, tentando me desenvolver espiritualmente, buscar meu caminho.

Será que elas, antes de se interessarem sobre essas adjacências do sexo, saberiam pelo menos como se coloca uma camisinha? Ou saberiam como se previnir pra não engravidar? Ou saberiam como é uma camisinha feminina, como usar?

É… e a revolução começou… (as 7 prefecias maias, já ouviu falar?)

-Ah… cala boca Tatiana. É melhor. Vive essa vida e fica quieta! _eu mesma.

Deixe um Comentário

6 Comentários.

  1. Onfale, ex Papisa...

    Oi Barti! =) quaanto tempo sem te ver…

    Bom, isso é verdade, a tv distorce tudo atualmente.

    Mas, “A criançada de 15 anos hj em dia manja mais de sexo do que eu…”, duvido.

    Beijos, e aparece…

  2. Yes! I´m still alive!

    Tati, é melhor elas lerem isso em livros do que aprenderem com a tv. A criançada de 15 anos hj em dia manja mais de sexo do que eu…

  3. E eu tb não fui nada precoce acho…. mesmo tendo gostado de um garoto quando tinha ums sete anos, eu nem pensava em nada relacionado a sexo.

    Só fiquei meio assim com a falta de seriedade ou com a anormalidade em que se envolve o sexo… sabe? …foi isso.

    Mas… de qq maneira nao vou ter q lidar com essa ‘juventude’ [não quero ser mãe messs..]… =)

  4. Ah Z, poxa, as meninas são crinças…. eu brinquei de boneca até meus 15 anos de idade quase….. =) ..e nem pensava em nada do genero, pelo menos nada assim tao apelativo…sei nom…

  5. Eu nos meus 12 anos não lembro-me se pensava em sexo. Nunca fui muito precoce. Na época devia pensar só em ficar, sem passar mais nada pela cabeça.

  6. Que é isso Tatiz?? Tá ficando pudicaz??

    Eu, mezmo tendo eztudado muito sobre filozofia e religião (e buzcado meu caminhoz, comoz vc sabez), também sempre me interessei por sexoz… Isso é extremamente comum e aceitável!!

    Relaxaz e goZa, menina…

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: