" O homem é a medida do homem." Assiste a um filme…

” O homem é a medida do homem.” Assiste a um filme tão difícil de digerir, “O resgate do soldado Ryan”. è um filme forte, capaz de provocar verdadeiro mal- estar. Talvez alguém o assista e não veja nada demais, apenas mais um longo filme de guerra. E de fato ele é longo, mas as questões que ele aborda são tão intensas, profundas. Uma em especial me remeteu a Roda Viva desta segunda, que foi sobre a ética. A ética ou moral são ambíguas e a única liberdade está em escolher as consequências. Consequências de atos de um indivíduo que pode refletir na vida de outros. Daí vem outra questão que Diemenstein coloca muito bem “Só existe opção quando se tem informação”.


E outras quetões mais. Recomendo o filme.

Deixe um Comentário

6 Comentários.

  1. Sem anjos e demônios então, pois meesmo q eles existam eles não estão discutindo a questão (talvez eles não saibam deste blog)

    Podemos fazer seja lá o q for, mas teremos sempre que arcar com as consequencias(seja isso limite da liberdade ou não)Mas dentro das nossas plataformas biológicas e das leis da natureza há uma inifindade de comportamentos possíveis e isto é o suficiente, já que podemos escolher por um caminho só e não dois.

  2. Que são os anjos? Ainda acho que somos livres apenas para escolher as consequencias, e nem sempre podemos fazer essa escolha, sejamos anjos, santos ou apenas humanos.

  3. Anjos e Demônios supostamente são melhores que humanos, no que se diz a dotes intelectuais e físicos… quem já viu um anjo que atire a primeira pedra. Moisés num vale.

    Se não sabemos as conseqüências não quer dizer que não podemos fazer aquilo, portanto, nossa liberdade não é limitada pelo nosso conhecimento.

    A minha definição de liberdade é que podemos fazer o que quisermos, mas somos barrados por padrões de ética, moral, individualismo e, é claro, físicos.

    O que impera são as leis físicas, como a gravidade, densidade da matéria, radiação etc. É possível um cara totalmente politicamente correto cometer uma barbárie que seja contra sua conduta moral, ética e social. Podendo ser por desleixo ou de propósito mesmo.

  4. Ha, vc citou um filme que amo.

    Essa é a questão, nossa liberdade é extremamente limitada porque não temos condições de saber todas as consequencias. Podemos fazer um cálculo aproximado em cima de vivências passadas. Mas de qq forma somos obrigado a escolher, mesmo qdo não temos informações suficientes ou maturidade suficiente e somos obrigados a colher os frutos.

    A diferença dos anjos e demônios não está na liberdade de escolha,mas na escolha feita. Agora se o nível de conhecimento das consequencias for o mesmo que o nosso, então somos todos anjos, demônios e humanos

  5. O que difere então um anjo de um demônio, se ambos têm a liberdade de escolher o que fazer? E também não tem como nós sabermos quais serão as conseqüências de uma ação nossa, como ocorre no filme Corra Lola Corra.

    É como vc disse no post, uma ação nossa desencadeia um monte de mudanças para outras pessoas. É impossível conhecer as reais conseqüências…

  6. Os anjos tem livre arbítrio de fazer o que querem?

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: