Guerra no Iran

O site contra guerras "Iraq Body Count" (Número de Vítimas Iraquianas, em tradução literal) tem um link para um "Iran Body Count ". Neste site tem um relatório denominado IRAN: CONSEQUENCES OF A WAR, escrito por Paul Rogers (não o do Queen e Bad Company, mas o professor da Universidade de Bradford) para o Oxford Research Group que analisa o que pode ocorrer em uma provável guerra contra o Iran.

"An air attack on Iran by Israeli or US forces would be aimed at setting back Iran’s nuclear programme by at least five years. A ground offensive by the United States to terminate the regime is not feasible given other commitments in Iraq and Afghanistan, and would not be attempted. An air attack would involve the systematic destruction of research, development, support and training centres for nuclear and missile programmes and the killing of as many technically competent people as possible."

Fiz uma tradução literal para quem não conhece a língua de Shakespeare:

"Um ataque aéreo no Irã por forças israelenses ou estadunidenses seriam focadas em atrasarem o programa nuclear iraniano por pelo menos 5 anos. Uma ofensiva terrestre pelos Estados Unidos para acabar com o regime não é factível devido aos gastos no Iraque e Afeganistão e não deve ser tentado. Um ataque aéreo envolveria destruição sistemática de pesquisa, desenvolvimento, suporte e centros de treinamento para programas nucleares ou de mísseis e a morte do maior número possível de pessoas tecnicamente competentes."

O mais aterrorizante e a imagem das bases estadunideneses em volta do Irã!

Aproveitando, no Iraque já foram notificadas na mídia a morte diretamente relacionadas com as ações militares de 38.059 a 42.434 civis desde a invasão pelos Estados Unidos (janeiro de 2003)…

Deixe um Comentário

2 Comentários.

  1. Definitivamente não é essa…

  2. eu guerro acha chechenia

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: