Finalmente encontrei um tempinho pra escrever no m…

Finalmente encontrei um tempinho pra escrever no meu blog… e vai ser um post bem grande, nada comercial, pra mim mesmo, alguns dias de minha vida, não interessa a quase ninguém.

A saga começa na quarta-feira dia 18 quando o Clóvis foi pra São Paulo e não teve tempo de comprar minha passagem pra São João del-Rei. Na quinta feira ele me conta mas aí já não tinha mais jeito… iria pra São Paulo de carona com o Carlos na sexta feira depois da prova de Redes, mas estávamos tão mortos de sono, de ter estudado à noite, que deixamos pra ir no sábado.

Acabei atrasando a saída no sábado de manhã. Emprestei minha placa e caixas de som para o churrasco de formatura e estava tentando inutilmente colocar a placa de volta para funcionar. Saímos quase na hora do almoço, eu, Kicho e Carlos. A viagem foi tranqüila até São Paulo, mas eu já estava indo sem expectativas de conseguir passagem pra SJdR. Com os 120 minutos que demoramos da marginal Tietê até estacionar o carro no Center Norte pra ir ao terminal Tietê comprar passagem o restinho de mínima esperança que eu tinha foi-se tudo embora. Estava preocupado em não encontrar passagem nem pra segunda-feira… quase acertei, não tinha passagem pro sábado, pro domingo tinham algumas poucas e pra segunda um pouco mais. Comprei a ante-penúltima passagem do horário de 11 da manhã de segunda-feira.

A família do Carlos me acolheu de maneira formidável. Fui pra Praia Grande com eles, onde eles têm um apartamento à beira mar. Conheci avó e tia do Carlos, joguei Dominó, vi ritual pra Yemanjá, fui em feirinha de praia, nadei no mar e em piscina. Fim de semana fantástico. A apenas uma hora de São Paulo… inacreditável isso! Pra quem tem de ficar 12 horas em ônibus pra chegar em praia, aquilo foi um achado!

O Natal na casa da vovó foi espetacular, como sempre. A família reunida, (muita) comilança, alguns presentes e esse ano eu vestido de Papai Noel cantando os presentes. Ainda passei na casa da Dona Gentil, avó do Boto e tinha mais comida, mais bebida, mais doces. Natal é época de perdição da carne e do espírito! O único inconveniente do dia foi que o Gabriel adoeceu um pouco, teve uma febre e uma diarréia, tava todo desanimado! O provável culpado foi um peixinho inofensivo que ele comeu.

Antes de viajar pra São Tomé ainda joguei futebol com o pessoal, jogamos Imagem & Ação, conversei com alguns amigos e fomos pra barzinho. Típica vida de universitários em recesso no meio das aulas.

Na sexta-feira depois do almoço eu, minha mãe, Bernardo e Gabriel fomos pra Fundação Harmonia em São Tomé, onde ficamos por 5 dias aproveitando o Reveillon Adrenalina, mas isso fica pra outro post. Ontem eu, Tati, Gisela, Raul e Edinho fomos ao Vicentinho comer batata frita, antes de ontem eu, Boto, Diogo, Jonas Topêra e Tati jogamos Banco Imobiliário. Volto pra São Carlos amanhã, às 10 da noite. Esse mês mudo de república de novo e arranjo um lugar pra morar em São Paulo pois meu estágio começa mês que vem. O tempo está passando.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: