Expedição Pico da Bandeira – 1ª Parte Saí de SJ…

Expedição Pico da Bandeira – 1ª Parte

Saí de SJdR na sexta feira 9:30 e cheguei no acampamento do pico da bandeira às 21:00. Viajar de Toyota só é divertido quando ela está saculejando e fazendo barulho. O Daniel tinha imprimido um roteiro de viagem do Guia 4Rodas. Muito bom, com as cidades, o tempo, o combustível, a kilometragem e as estradas que percorreríamos. Na sexta foi foda. A gente chegou super cansado, arrumamos as 3 barracas, a “cozinha”, fizemos uma janta e fomos dormir. Eu ainda fiquei conversando com as 9 minas que foram lá de carro, só com um pouco de agasalho, velas e comida. Iriam subir o pico naquela noite de madrugada, 2:30. Eu queria ter ido, a lua estava no céu e não havia uma única nuvem. Era possível ver as estrelas, Marte e todas aquelas estrelas cadentes que caem o tempo todo.

Acordei no sábado, fizemos um super lanche com pão, presunto, queijo, manteiga, leite, café, cappuchino (capuccho!), laranja, banana, maçã, biscoitos… Fomos depois pras cachoeiras lá perto, no parque mesmo. Tinham 2 que valiam a pena e fomos nelas. A primeira cachoeira era pequena, mas tinha uns lagos muito gelados. Tava tão frio no dia que não valia a pena nadar, mas como eu tinha dito pro Rafael que eu nadaria se ele nadasse também… Na volta eu cortei minha perna na altura do joelho… único machucado sério na viagem inteira. Na segunda cachoeira o pai do Marcelo & Daniel & Rafael nadou também. Andamos no meio do mato por uns 10 minutos antes de chegar lá. Quando já estávamos voltado para o acampamento passou por nós a caminhonete do pai de uma das minas de sexta, de Espera Feliz, com todas aquelas minas na caçamba, super cançadas. Elas tinham gasto 5 horas pra subir atéo Pico da Bandeira e umas 3 pra descer. Chegamos no acampamento, fizemos o almoço e íamos jogar truco, mas acabou que todo mundo dormiu, menos o Marcelo. Rafael, Alessandro e Daniel na barraca grande e eu na porta dela, esticado no saco de dormir. Acordei já de noite, com umas 6 pessoas cantando e fazendo barulho perto do banheiro, fui lá e voltei pro saco de dormir, só que dessa vez na minha barraca mesmo. Acordamos de madrugada, fizemos a janta, que estava uma delícia e nos preparamos pra subir o pico.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: