Dia 3 de Outubro, quinta-feira, visitei esse lugar…

Dia 3 de Outubro, quinta-feira, visitei esse lugar. Lindo.

A viagem de ida foi boa. Durou 7 horas.

A viagem de volta, nem tanto. Durou 10 horas. Mas o que a tornou ruim não foi nem a duração.

Isso causou um enorme engarrafamento. Foi o responsável pela demora na volta.

Alguma parte de mim se perdeu na estrada. Outra nasceu. Mas a que nasceu não substituiu a que morreu.

Saldo total da viagem: +- 10 calcinhas, 3 conjuntos e algumas certezas a mais.


Homens mentem. (como sou ingenua, boba e burra…)

Sempre imaginei que as pessoas da vida poderiam me bater.

Sempre imaginei que as pessoas da vida poderiam me ferir.

Sempre imaginei que as pessoas da vida poderiam me matar.

Sempre imaginei que as pessoas da vida poderiam dilacerar meu coração, da forma mais cruel possível.

Nunca imaginei que aquele homem poderia fazer essas coisas comigo…. isso era a ultima coisa que esperava do meu pai.

Deixe um Comentário

3 Comentários.

  1. A vida não é um mar de rosas, como costuma dizer o Marcelo.

  2. entendo isso. também falo isso pra todo mundo… =)

    Acredito nisso também…

    Mas.. eu estou bem, e é o que importa… mágoas da vida simplesmente devem existir…

  3. Não sei o que houve, não conheço seu pai… mas não creio que ele fez isso por querer, nem se foi consciente.

    Pais são bons por natureza! Assista ‘Estrada para a Perdição’, é muito bom.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: