Descobri que as formigas também tem um certo delay…

Descobri que as formigas também tem um certo delay na comunicação em massa. Depois de tirar uma xícara que inicialmente continha Coca de cima da mesa e levar para a cozinha, as formigas continuam indo para onde a xícara estava. Elas chegam, vão andando em círculos onde estava a xícara, até juntar uma certa quantidade que te chama atenção e você matar tudo.

Esses dias estou sem inspiração pra escrever. Semanas se passam e eu escrevo linhas aqui. Já se foi aquela época de posts longos intermináveis falando de segundos de minha vida. Semana passada estressou muito. Provas e mais provas e mais trabalhos e mais bolsa atividade…

Agora tudo chega a um estado que já beira o desespero. Não tenho mais nenhuma prova pra fazer mas os professores ainda não soltaram as notas. Talvez eu tenha de fazer alguma prova substitutiva na segunda, terça, quarta, mas só saberei quando os professores soltarem as notas. Terminei o trabalho do Zorzo. Está funcionando mais ou menos aqui. Ainda falta fazer o trabalho do Prado, que tem de entregar terça feira.

Semana que vem minha mãe vai passar uns dias aqui em São Carlos pra depois ir em São Paulo apresentar não me lembro o quê num congresso. Minha irmã já está de férias… passou em tudo só com notão. Aquela mina é estudiosa! Vou ficar aqui em São Carlos até a metade do mês, por conta da bolsa atividade e depois vou relaxar umas duas semanas em São João del-Rei. Tudo caminha para um estado de calma, sem preocupações.

Começou a chover aqui em São Carlos. Uma chuva fina, insistente. Faz frio, venta. Como eu me sinto bem, sereno, confortável nesses climas. Olhar pela janela e admirar a noite deserta, a chuva caindo levemente, as ruas molhadas, um ou outro carro passando distantes nas ruas. Parece que tudo pára. Os problemas não existe. Tudo pode esperar. Não é aquela correria, aquele barulho, a pressão pra ser onipresente e muiltitarefa. Por um instante me sinto sozinho, sem a cobrança de ser o que acham que eu sou, o que eu pareço ser.

Acho que estou me afastando das pessoas e das atividadaes para evitar cobrança. É uma idéia a ser pensada. Definitivamente três semestres em um ano, da maneira como está sendo, é extremamente desgastante não só física quanto mentalmente. Quero voltar pra casa, ficar duas semanas naquela cidade relaxante, sem me preocupar com nada, sem usar computador, sem conversar pelo ICQ. Viajar pra fazenda com meu pai, pescar com pindoba, olhar a chuva na mata, dormir bem… Nem é mais questão de querer, é necessidade mesmo.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: