200 contos e o dinheiro do táxi

R$ 200,00… esse é o valor do suborno pago por dois advogados do PCC (inclusive a advogada do Marcola) para um funcionário encarregado do audio na Câmara dos Deputados em troca de 2 CDs com as gravações do depoimento secreto de dois delegados!

Videoconferência pelo celular… foi dessa forma que esses dois advogados informaram vários presos do conteúdo dos depoimentos.

Não era para os depoimentos serem secretos e os presos incomunicáveis?

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: