Xô Sarney

Política é suja…

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá mandou, hoje [17/08/2006], que o ABC Politiko retirasse do ar matéria – “Folha do Amapá é censurada a pedido do senador José Sarney” – publicada dia 16, na coluna Enfoque Amazônico, a pedido da coligação União Pelo Amapá, que reúne o senador José Sarney (PMDB) e o governador Waldez Góes (PDT). A matéria foi retirada imediatamente ao recebimento de notificação. Determinou, também, a publicação de direito de resposta, que segue.

“O site, na internet, cujo domínio é www.abcpolitiko.com.br, publicou matéria difamatória e injuriosa contra o senador José Sarney, homem sério, digno, honrado e que tem prestado valiosos e imprescindíveis serviços ao Estado do Amapá, nos seus mais de 50 anos de vida pública, onde exerceu com fidelidade, dignidade e honradez os cargos de vereador, deputado, governador, senador, presidente do Congresso Nacional, presidente da República.

“O senador José Sarney é advogado, escritor, membro da Academia Brasileira de Letras.

“Durante os seus quase 16 anos de mandato como senador da República pelo Estado do Amapá, o senador José Sarney tem recebido o reconhecimento público de uma profícua atuação parlamentar e, como candidato, nunca foi acusado por nenhum crime eleitoral.

“Assim, fica demonstrado que a Folha do Amapá, com sua forma canhestra de fazer jornalismo, não só atingiu injustamente uma autoridade pública, que representa o Estado do Amapá, como desrespeitou os princípios de lealdade na prestação da informação, que, além de um direito, é um dever constitucional”.

Fonte: ABC Politiko

Pensei que o denunciado abaixo fosse crime eleitoral…

… Uma dessas investigações é sobre a retirada de estudantes de dentro das salas de aulas por militantes do PDT, partido ao qual é filiado Waldez Góes, para participarem de comícios e inauguração de comitês. Uma dessas denúncias foi publicada na última edição da Folha do Amapá e envolve a Escola Antônio Castro Monteiro, localizada no Bairro Zerão. O caso vai ser encaminhado ao Ministério Público Eleitoral ainda esta semana, embora as investigações já tenham começado. Procurado para se pronunciar, o procurador eleitoral, Paulo Roberto Olegário de Souza, preferiu não tecer comentários.

Na Escola Antônio Castro Monteiro a ordem é calar sobre o assunto. Segundo informações colhidas junto a estudantes, o diretor Carlos Góes, sobrinho do governador Waldez Góes, ameaçou alunos e funcionários da instituição proibindo-os de falarem sobre a denúncia.

Na última quinta-feira, estudantes das escolas Benigna Moreira de Souza e Antônio Castro Monteiro foram dispensados da aula e levados em ônibus alugados pelo PDT para a inauguração de comitê do candidato à reeleição, Waldez Góes, na esquina da Praça Nossa Senhora da Conceição. Os alunos foram conduzidos de uniforme ao evento político.

Fonte: Folha do Amapá

E o abaixo não parece exemplo de seriedade, honradez e dignidade…

O senador José Sarney (PMDB-AP) ameaçou hoje [27/10/2005] impedir a votação da medida provisória que dá uma série de incentivos fiscais ao setor caso uma emenda de sua autoria não seja aprovada. Ontem, a MP 255, que incluiu as medidas da chamada MP do Bem, foi aprovada no Senado ontem à noite com uma emenda que garante benefícios a dois municípios do Amapá e a três do Pará.

Fonte: Folha de São paulo

O jornal Folha do Amapá já publicou várias reportagens sobre a situação política regional. Só para listar, algumas do mês passado:

O Contraditorium fez uma ótima matéria sobre a briga do José Sarney e a Osama de Saias.

Deixe um Comentário

3 Comentários.

  1. Talvez você diga que eu sou um sonhador
    Mas não sou o único
    Desejo que um dia você se junte a nós
    E o mundo, então, será como um só

    Já dizia John Lennon…

  2. é uma falta de ética perder tempo em campanhas com essa Xô Sarney,tais campanhas parecem cassadas terroristas e isso não vale no Brasíl,as pessoas tem de se sentir a vontade para escolherem em quem não votar,existem causas mais importantes para serem defendidas tipo a queimada da Amazônia e o aquecimento global se preocupem com essas urgências,!!!!!

  3. Todo cidadão tem direitos e deveres. Se cada cidadão enfocasse suas forças para o crescimento de sua comunidade, esqueceria essas picuinhas políticas e ajudaria o nosso país a se desenvolver mais rápido.
    Sugiro aos militantes políticos, que ajude as crianças de suas comunidades na escola, seja ela comunitária, municipal, estadual ou no fundo de suas casas, pois, sem educação escolar esse país não vai pra frente.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: