Dura de Matar

Li a notícia abaixo na Folha de São Paulo e me pareceu ser a mulher perfeita de John McClane.

Grupo seqüestra e tortura policial militar em Niterói
da Folha Online

Uma policial militar foi seqüestrada e torturada, na noite de ontem (2), em um morro de Niterói (RJ). Ela só conseguiu fugir depois de passar por três sessões de espancamento.

De acordo com a Polícia Civil, a policial foi surpreendida por dois homens armados ao chegar à paisana em sua casa, na rua Martins Torres. Ela foi obrigada a sentar no banco traseiro de seu carro –um Ford Focus– e a rodar pela cidade com os ladrões, que exigiam dinheiro.

O que era um seqüestro relâmpago mudou quando a dupla reconheceu a mulher como PM –provavelmente devido a algum objeto encontrado dentro do próprio carro.

Levada ao morro do Castro, a vítima foi espancada, amarrada e presa no porta-malas. Ela conseguiu escapar pouco depois, mas acabou flagrada por mais dois homens armados que seguiam em uma moto. Espancada novamente, ela teve os olhos fechados com fita adesiva e foi levada a um cativeiro.

Mais tarde, a policial conseguiu deixar o cativeiro e buscar abrigo em casas vizinhas. O problema é que os moradores do morro estavam associados aos criminosos e denunciaram a fuga. Um deles chegou a agredir a vítima com uma vassoura para impedi-la de deixar o morro. Pela terceira vez, a PM foi espancada, pisoteada e estrangulada.

Ela foi presa de novo no porta-malas, de onde fugiu. Desta vez, a Polícia Militar conseguiu acionar a corporação pelo telefone e ser resgatada. O caso é investigado.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: