História da Medicina

Há 10.000 anos a doença era causada por deuses enfurecidos e espíritos malignos. A trepanação (abrir um buraco na cabeça) era utilizado para ‘liberar os espíritos’ e alguns pacientes chegavam a sobreviver!

Os chineses e japoneses conseguiram uma evolução incrível da medicina, com um enfoque não mais em espíritos ou deuses, mas no equilíbrio energético do corpo. Eles não tratavam a doença, mas o doente.

Os egípcios desenvolveram consideravelmente a medicina para os padrões ocidentais. Quando as primeiras escritas egípcias apareceram, por volta de 1500 a.C. eles já faziam emplastos, garagarejos e cirurgias, junto com magias para curar o enfermo. Imhotep foi por muito tempo cultuado como o Deus da medicina.

[comecei a escrever esse post em 21/09/04 e hoje, 03/04/08, publico-o, inacabado]

Uma piada no site Humor na Ciência:

Eu tenho uma dor de ouvido.

2000 a.C. – Aqui, coma essas raízes.

1000 d.C. – Raízes são pagãs, reze.

1850 d.C. – Rezas são superstição, beba essa poção.

1940 d.C. – Essa poção é óleo de cobra, tome essa pílula.

1985 d.C. – Essa pílula é inócua, tome esse antibiótico.

2000 d.C. – Antibiótico é artificial, coma essa raiz.

Deixe um Comentário

2 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: