Estatísticas de Aviação e Transporte Terrestre

Primeiramente a estatística “Acidentes Aeronáuticos na Aviação Civil Brasileira de 1979 a 2007” é alarmante. Acontecem muito mais acidentes que eu imaginava e no mínimo 34 pessoas morreram em cada ano. No entanto, o número de acidentes diminuiu consideravelmente nos últimos 30 anos, como mostra este outro gráfico, mesmo com o aumento da frota, como mostra essa comparação. O gráfico “Acidentes Aeronáuticos por Tipo de Operação em 2007” alivia um pouco esse número, pois apenas 25% dos acidentes são da aviação privada, o restante é da aviação agrícola, de instrução, táxi aéreo (o maior causador) e aviação pública.

Um dado que me chamou atenção é que helicópteros se acidentam quase o dobro que outras aeronaves, pois enquanto de 98 a 2005 a média da porcentagem de helicópteros em relação a outras aeronaves foi de 9%, a média da porcentagem de acidentes com helicópteros em relação ao total de acidentes foi de 20%.

No Anuário Estatístico do Transporte Aéreo de 2005 achei duas informações interessantes: quilômetros voados e número de passageiros transportados na aviação doméstica. Neste mesmo anuário tem a evolução do número de passageiros transportados, de 1996 a 2005.

O Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito de 2005 traz dados inicialmente não tão chocantes: em média, de 98 a 2005, de cada 10.000 veículos 95 se acidentam com vítimas (fatais ou não) ferindo 116 e matando 6 pessoas.

Agora a parte difícil, criar comparações entre essas diversas estatísticas distintas. Cheguei à seguinte lista:

  • número de acidentes/frota
  • número de vítimas fatais/número de acidentes
  • número de vítimas fatais/frota

Para criar estatísticas mais interessantes eu precisaria de algumas informações:

número de vítimas totais (ou não fatais) na aviação

  • número de vítimas/número de acidentes
  • número de vítimas/frota
  • número de vítimas não fatais/número de acidentes
  • número de vítimas não fatais/frota

percentual da população que utiliza transporte aéreo ou número de passageiros únicos na aviação

  • população usuária/número de acidentes
  • população usuária/número de vítimas fatais

total dos quilômetros rodados pelos automóveis – impossível medir

  • número de acidentes/quilômetro voado/rodado
  • número de vítimas fatais/quilômetros voado/rodado
Deixe um Comentário

4 Comentários.

  1. Usem a fórmula abaixo para saberem qual transporte é mais seguro:

    A / V = S (A dividido por V é igual a S)

    Onde:

    A = Pessoas que vc conhece(eu) que sofreram um acidente aéreo.
    V = Pessoas que vc conhece(eu) que sofreram um acidente em veículo
    automotor (terrestre).
    S = Índice relativo de segurança de transporte (bonito nome, hem?)

    Quanto menor for o índice S, mais seguro é o transporte aéreo.
    Quantro maior for o índice S, mais seguro será um acidente em veículo automotor.

    É infalível e simples. Pode comprovar.

  2. É Angela, o ser humano é um animal frágil fisicamente, diferente de muitos outros animais irracionais, o que nos mantém vivos no mundo é nossa inteligência.

  3. angela maria da conceição

    no mundo a muitos acidentes é muita desgraça saber que até mesmo você pode ser vítima seja cidentes terrestre, aéreo,doméstico ou em trabalhos.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: