Desumanidades

A execução por injeção letal, apesar do uso de material médico, está tão próxima da medicina quanto o machado do carrasco está da cirurgia.” – Editorial da PLoS Medicine

Parece que a injeção letal (injeção de sonífero + injeção de paralisante da respiração + injeção de paralisante do coração) utilizada como recurso “humano” para tirar a vida de um condenado, nem sempre é tão letal como deveria…

Existem casos de pessoas que não estavam 100% anestesiadas nos momentos das outras duas injeções, outras que ficaram respirando por vários minutos após a segunda injeção e até pessoas que ficaram 9 minutos com o coração batendo após terem recebido o cloreto de potássio, que deveria matar na hora…

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: