Comparação de transporte

Ainda não faz 2 meses que troquei de emprego e deixei de usufruir da comodidade do metrô.

No novo emprego já fui trabalhar de carro, ônibus, metrô + ônibus e metrô + trem, cada um com suas vantagens e desvantagens.

Hoje fui trabalhar de carro e percorri 18km em 45min com consumo médio de 7,9km/l. Com o álcool custando R$ 1,50, gastei R$ 3,42 de combustível, menos que os R$ 4,07 que gasto quando vou de metrô + ônibus (sem considerar os custos de manutenção, seguro e impostos, claro).

A ida é até tranquila. O problema é a volta, que chega a demorar, de transporte público, quase o dobro.

Já voltei de carro, carona, carona + metrô, ônibus + metrô, trem + Ponte Orca + metrô…

No cliente que estou agora o melhor transporte público pra voltar é, por incrível que pareça, pegar o trem para andar uma estação, pegar a Ponte Orca e pegar o metrô, fazendo ainda uma baldeação na estação Paraíso.

Eu sempre tive uma imagem muito negativa tanto do ônibus quanto do trem, envolvendo segurança e lotação. Continuo com o viés negativo no trem, mas o ônibus me surpreendeu. É consideravelmente pontual, cobre uma grande parte da cidade e não é tão lotado quanto parece, sempre tem algum banco que fica vazio no fundão. Graças às faixas excluivas para ônibus eles conseguem andar por lugares onde todos os carros estão parados, compensando em parte a morosidade de parar nos pontos para passageiros descerem e/ou subirem.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: