Dor de cotovelo

HoloCoCos vos fala. Lembro-me do sorriso no dia 30 de setembro, o inopoturno e impertinente dilúvio do dia 1º de Outubro e o fulminante e desastroso rodízio do dia 3 de Outrubro. Depois foi só silêncio. Um golpe fatal no ego, na barba e um progressivo esquecimento.

Agora, já mais velho e jovem, aquele sorriso me volta aos olhos. Os olhos penetrantes, de um verde tenro, calmo, silencioso. Toda aquela delicadez e a malícia na face. Como na primeira vez, postponed. A tristeza impera frente a memória de dias passados. Ficaria alí até o fim, já esperando um novo esquecimento, desanimado, fracassado.

Bastou um olhar, aquele olhar que tanto me cativou, com um ligeiro gesto, para que os desejos de dias passados se concretizassem. Uma onda de realização, um sentimento de leveza, nada de preocupação, “curtir a vida”. Fazem 30 dias que houvi isso…

Deixe um Comentário

3 Comentários.

  1. Por favor deixe de ser morno!
    Escreva algo que me entusiasme mais!

  2. Pra quem vc escreveu isto?

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: