Operação cardíaca

Ontem meu pai me ligou… às 9 da manhã, de domingo! Moro fora há 8 anos e nunca meu pai havia me ligado tão cedo no domingo… na hora pensei que algo sério havia acontecido com algum parente, amigo ou conhecido e que meu pai me ligou pra dar a notícia.

Eu não estava muito enganado… logo ele começou a contar do acompanhamento que faz do sopro que tem no coração, dos resultados, do risco… e que precisaria ser operado… hoje! Poxa, me ligou às 9 da manhã pra dizer que na tarde do mesmo dia pra BH ser internado para no dia seguinte ter o coração operado, que ficaria 2 dias na UTI e que depois mais uns 2 internado!

Passei o domingo inteiro pensado nele, dormi pensando nele, passei a manhã pensando nele e nem quando minha irmã me ligou, às 14:15 eu deixei de ficar pensando nele. Ela me disse que a operação foi bem sucedida, que ele nem precisou trocar a válvula cardíaca, só costurou, que entrou no pré operatório às 10:00 e que só saiu às 14:00. A sensação que tive quando meu pai me ligou dizendo que seria operado deve ter sido a mesma que ele teve quando eu disse que ele seria avô… mas eu estava calmo, queria passar tranqüilidade. Tanta tranqüilidade que nem perguntei que horas seria o operatório, o que seria feito, quais os riscos… talvez até foi bom, pois num momento desses eu sei que ele não queria que nós ficássemos preocupados.

Hoje quando minha irmã me ligou ela disse que nosso pai havia ligado para ela no sábado pra informá-la da operação. Me disse que ele começou a dizer que se a operação desse errado que sei lá o que ficaria como usufruto e que ela começou a chorar quando ele disse isso… acho que minha irmã voltaria a chorar me contando de novo, se nossa ligação não tivesse caído. Nosso pai já tem 64 anos e foi a primeira vez que me toquei que pais não são eternos.

Quando cheguei em casa liguei pra esposa do meu pai, que contou com mais detalhes o que minha irmã já havia me dito. Ela me tranquilizou bastante, disse que durante a operação o ecocardiograma já mostrava que o coração dele estava bem. Ela ainda não havia visto ele após a operação, só poderá ver amanhã às 11 da manhã. Foi quando eu entendi a gravidade da situação! Ele deixou de receber um transplante de válvula cardíaca para apenas fazer uma “operação plástica” na válvula. Eu sabia que ele teria de ter os ossos cortados, abrir a caixa toráxica e colocar o bisturi no coração (se algum médico ler isso, favor me corrigir, a medicina avança tão rápido que as vezes estou equivocado) mas nem pensei em transplante, rejeição, remédio pra evitar rejeição pelo resto da vida e outras complicações.

Como quinta-feira é feriado no Rio (Consciência Negra, feriado que o Lula criou), minha irmã está pensando em ir pra BH e passar o fim de semana com nosso pai. Aqui em São Paulo também é e dependendo de como for a recuperação dele eu também vou.

Deixe um Comentário

5 Comentários.

  1. fiz alguns comentarios, mas no momento nao recebi resposta,obrigada.

  2. Ranieri Arquiniano Marques

    eu tô bastante triste.

  3. Ranieri Arquiniano Marques

    Fiquei sabendo pelo meu padrasto que minha mãe ta com dreno
    Após uma cirurgia no caração. a colocação de um marca passo eu não pode
    Visitar ela são duas pessoas pra visita na uti 15 minutos pra cada.
    Um dia antes da cirurgia ela entrou de 18:50 e saio de 23:10 eu cheguei a vê
    Ela mas tava com bastante dor e gemendo.

  4. Obrigado Julio!

    Hoje já falei com ele e está tudo bem, agora aguardar pra ele voltar pra casa e eu poder ir visitá-lo com calma, sem correria de ir ao hospital, ter horário pra visitar, preocupação com infecção e tudo mais.

  5. Olá Henrique!
    Que situação. Que bom que a operação foi rápida. Melhoras para o seu pai. Espero que possa visitá-lo em breve!
    Um abraço,
    Julio

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: