Arquivos de Categorias: Notícia

Rio de Janeiro faz Mutirão da Catarata

A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec) realizará durante os meses de julho e agosto de 2011 o Mutirão de Catarata. As cirurgias serão realizadas em 20 unidades de saúde. Está prevista uma média de mil cirurgias por semana. As inscrições poderão ser feitas entre 1º e 15 de julho de 2011, podendo ser prorrogadas. Já as cirurgias terão início dia 12 de julho de 2011, com duração de seis semanas.

As inscrições só poderão ser feitas pela Secretaria Municipal de Saúde do município de residência do paciente, por meio de uma ficha eletrônica que estará no site (www.saude.rj.gov.br). Na ficha deverão ser informados dados como idade, se o paciente já operou catarata antes, se tem outras doenças como hipertensão, diabetes, glaucoma, etc. As informações permitirão uma avaliação de prioridade dos casos, que serão ordenadas em fila única. Os pacientes serão encaminhados para os serviços mais próximos às residências.

Para ser inscrito na fila, o paciente precisará ter os exames pré-operatórios e o risco cirúrgico atualizado (realizados há menos de três meses). Os exames necessários são: hemograma, coagulograma, glicemia, EAS, eletrocardiograma, Rx de tórax, risco cirúrgico atestado pelo clínico ou cardiologista.

A Sesdec informará às secretarias municipais de Saúde para onde o paciente será encaminhado. É o gestor municipal que ficará responsável por avisar o local ao paciente. O paciente deverá comparecer ao hospital com o encaminhamento e os exames pré-operatórios. O paciente ainda será submetido a exames oftalmológicos, receberá orientações e terá a cirurgia agendada.

Mais informações pelo e-mail: [email protected] ou pelo telefone 0800 025 55 25 a partir de 5 de julho de 2011.

fonte: O São Gonçalo Online

Mais Potter

Em algumas horas a segunda mulher mais rica do Reino Unido (só perde para a Rainha), fará o anúncio de “Mais Harry Potter” (PotterMore).

Mais informações no canal J. K. Rowling do YouTube.

Livros pra inguinorantes

Crônica de Carlos Eduardo Novaes no Jornal do Brasil

Confeço qui to morrendo de enveja da fessora Heloisa Ramos que escrevinhou um livro cheio de erros de Português e vendeu 485 mil ezemplares para o Minestério da Educassão. Eu dou um duro danado para não tropesssar na Gramática e nunca tive nenhum dos meus 42 livros comprados pelo Pograma Naçional do Livro Didáctico. Vai ver que é por isso: escrevo para quem sabe Portugues!

A fessora se ex-plica dizendo que previlegiou a linguagem horal sobre a escrevida. Só qui no meu modexto entender a linguajem horal é para sair pela boca e não para ser botada no papel. A palavra impreça deve obedecer o que manda a Gramática. Ou então a nossa língua vai virar um vale-tudo sem normas nem regras e agente nem precisamos ir a escola para aprender Português.

A fessora dice também que escreveu desse jeito para subestituir a nossão de “certo e errado” pela de “adequado e inadequado”. Vai ver que quis livrar a cara do Lula que agora vive dando palestas e fala muita coisa inadequada. Só que a Gramatica eziste para encinar agente como falar e escrever corretamente no idioma portugues. A Gramática é uma espéce de Constituissão do edioma pátrio e para ela não existe essa coisa de adequado e inadequado. Ou você segue direitinho a Constituição ou você está fora da lei – como se diz? – magna.

Diante do pobrema um acessor do Minestério declarou que “o ministro Fernando Adade não faz análise dos livros didáticos”. E quem pediu a ele pra fazer? Ele é um homem muito ocupado, mas deve ter alguém que fassa por ele e esse alguém com certesa só conhece a linguajem horal. O asceçor afirmou ainda que o Minestério não é dono da Verdade e o ministro seria um tirano se disseçe o que está certo e o que está errado. Que arjumento absurdo! Ele não tem que dizer nada. Tem é que ficar caladinho por causa que quem dis o que está certo é a Gramática. Até segunda ordem a Gramática é que é a dona da verdade e o Minestério que é da Educassão deve ser o primeiro a respeitar.

Yahoo! Fail

Depois do Yahoo! comemorar o aniversário de 50 anos dos russos terem pisado no espaço e ido à lua (sic), desta vez eles comentam a notícia do “Goleiro feliz antes da fora” (sic), conforme chamada abaixo.

Goleiro feliz antes da fora

Goleiro feliz antes da fora

Péssima Qualidade do Yahoo! Notícias

O maior argumento da tradicional mídia impressa com relação à nova mídia digital, online, é a falta de qualidade neste segundo veículo, onde não existe um rigor tão grande com o que vai ser publicado e nem uma revisão mais profunda dos textos.

Quem não se lembra da infeliz propaganda do Estadão em 2007 que comparava blogueiros com macacos e perguntava qual a fonte de sua informação?

No entanto o Yahoo! Notícias deu um prato cheio para os críticos, a começar pela chamada na página inicial:

Rússia celebra 50 anos da chegada à Lua

Rússia celebra 50 anos da chegada à Lua

  • Primeiro: os russos ou soviéticos nunca foram à Lua… apenas 12 estadunidenses pisaram lá.
  • Segundo: a celebração é dos 50 anos da primeira ida de um homem ao espaço
  • Terceiro: a matéria tem incontáveis erros. Tantos que salvei um PDF da matéria aqui que provavelmente vão corrigir (assim eu espero). Abaixo criei um “Jogo dos 7 Erros”, mas se for para incluir as frases soltas, com palavras desconexas ou sem conexão vai faltar espaço no blog!
  1. primeiro homem a pisar no espaço
  2. Embutidos, balas e chá. Ao todo, 63 peças.
  3. Vai voltar engordar
  4. podem ter ocorrido inúmeras situações desagradáveis… Mas não ocorreram
  5. …documento informando todas as nações sobre a viagem do cosmonauta poderia aterrissar em seu solo.
  6. Outro aspecto que ainda tira o sono de muitos é a suspeita de que a morte de Gagarin em 27 de março de 1968 durante um voo de treinamento a bordo de um caça Mig na região de Vladimir, que levou alguns analistas a falar de uma conspiração.
  7. …indicam “a improvável causa” que o acidente ocorresse quando Gagarin tentava
  8. a Assembleia Geral da ONU declarou em 12 de abril

Detalhe: a matéria foi publicada dia 11 de abril…

Outras fontes online de notícia publicaram essa mesma matéria, com traduções tão ruim quanto ou apenas ligeiramente melhores:

  • Bol – Gagárin deixou carta de despedida caso voo espacial fracassasse
  • Bol – Febre Gagarin retorna no 50º aniversário da odisseia espacial
  • Ig – Febre Gagarin retorna no 50º aniversário do primeiro voo espacial
  • UOL – Febre Gagarin retorna no 50º aniversário da odisseia espacial
  • MSN – Febre Gagarin retorna no 50º aniversário da odisseia espacial
  • Terra – Febre Gagarin retorna no 50º aniversário da odisseia espacial
  • Estadão – Primeiro voo tripulado para o espaço completa 50 anos nesta terça

Sou obrigado a concordar que a versão do Estadão ficou melhor que as outras por juntar essa notícia com uma outra da Reuters, mas mesmo assim disse que: “…a agência oficial de notícias “Tass” preparou um documento informando todas as nações sobre a viagem do cosmonauta poderia aterrissar em seu solo.

Existe guerra entre ciclistas e motoristas?

Segundo essa matéria da Folha de São Paulo entitulada “Com “bicicletadas”, ativistas declaram guerra aos “monstroristas”“, existe uma guerra ocorrendo entre ciclistas ativistas e motoristas.

“Monstroristas”, “mautoristas”, “frustrados que compraram carro para respirar fumaça”, “covardes”. É assim que ciclistas engajados na defesa do uso de bicicleta como meio de transporte urbano chamam motoristas de carros, ônibus e afins.

Eu sou um ferrenho defensor do uso da bicicleta como um meio de mobilidade urbana, mas em momento algum eu me comporto como a matéria diz que eu supostamente me comportaria.

Nunca havia visto a @folha_com se posicionar tão radicalmente em uma matéria, generalizando um comportamento a um grupo de pessoas. É como se tivesse dito que “todo político é corrupto”, “todo alemão é nazista”, “todo baiano é preguiçoso”, “todo arquiteto é homosexual” ou outros impropérios do gênero.

Quando no fim do mês passado Ricardo José Neis atropelou um grupo de ciclistas que estava fazendo uma manifestação pacífica em Porto Alegre, uma grande quantidade de pessoas, incluindo uma grande parcela de ciclistas, se comoveu e bocou a boca no trombone. Matérias foram feitas, notícias foram divulgadas, manifestações foram organizadas, mensagens foram publicadas no Twitter. No entanto isso está longe de ser uma guerra.

A lastimável tragédia provocada pelo monstrorista do Golf preto, como este motorista em particular foi apelidado, permitiu à sociedade como um todo olhar para os ciclistas pela primeira vez. Foi possível escutar suas reinvidicações, perceber suas fragilidades, conhecer seus direitos e também seus deveres, que alguns ciclistas deixam de cumprir, infelizmente.

Com o lema “Mais amor, menos motor“, a Bicicletada, uma manifestação que defende a pacífica convivência entre automóveis e bicicletas, quer que ocorra essa discussão na sociedade, de forma sadia. Não quer uma guerra. Não quer que ciclistas sejam odiados. Quer paz.

Banksy: flowerchucker

Banksy: flowerchucker - A Guerra que a folha idealizou

Atropelador de Ciclistas

Estou sendo preconceituoso ao falar mal de José Ricardo Neis, de 47 anos, funcionários do Banco Central de Porto Alegre, com várias multas graves no histórico, incluindo dirigir na contramão e em cima da calçada.

José Ricardo Neis

José Ricardo Neis

É ele o monstrorista do Golf preto que avançou sobre uma manifestação de 150 ciclistas em Porto Alegre, atingindo 40 e mandando uma dezena para o hospital.

Por sorte o dia estava chuvoso e não havia crianças no caminho dele, pois senão a tragédia teria sido muito maior. Várias vezes fiz passeios de bicicletas com minha filha e nunca imaginei que um idiota pudesse entrar com um carro em alta velocidade no meio das bicicletas.

Também fiquei indignado com a entrevista que Luís Fernando Coimbra Albino, seu advogado, deu no rádio. Ele alega legítima defesa e não está arrependido.

A Renata Falzoni é uma grande ativista dos ciclistas e fez uma matéria fantástica sobre o atropelamento de ciclistas em Porto Alegre, mas foi Alexandre Garcia quem me espantou com seus comentários. William Cruz, do Vá de Bike! também está participando ativamente da divulgação das notícias desta catástrofe.

Essas palavras são da Renata e concordo plenamente:

Se a rua estivesse bloqueada por 150 carros congestionados, jamais passaria pela cabeça desse motorista ultrapassar por cima de seus iguais, pois carros congestionando o trânsito e imobilizando as ruas é o “normal”.

Esse vídeo fala de 3 ciclistas que foram atropelados na Holanda, onde o maior ferimento foi um joelho ralado e toda a repercução do acidente. Eu gostaria muito que o ciclista fosse tratado aqui no Brasil com o mesmo respeito que é tratado na Europa.

Enquanto motoristas acharem normal ficar 1 hora parado no trânsito sabendo que 5 km de carros estão congestionados em sua frente e não souber esperar 5 minutos para um congestionamento de bicicletas passar, ciclistas não poderão pedalar com segurança. Não quero ter de chamar a CET ou a polícia para me escoltarem toda vez que for sair de bicicleta, para que os carros me respeitem…

Direitos Humanos

Pergunta de entrevista da Folha de São Paulo com o secretário de segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame:

A falta do cerco [na Vila Cruzeiro] foi o que permitiu a fuga?

Aquela imagem [dos traficantes fugindo no alto do morro] eu sei que chocou muita gente. Mesmo que eu tivesse com os pontos controlados, no Brasil só posso prender em flagrante ou com decisão judicial. Paro um cara daqueles. E aí? Se não tiver como provar que é traficante, por estar desarmado e sem droga?

Qual foi a orientação dada para que operação terminasse com poucas mortes?

Não quero matar ninguém. Hoje vocês me cobram porque fugiram. Se eu autorizo o helicóptero blindado a decolar com uma metralhadora automática, vocês iriam dizer: secretário, morreu gente ali que só estava com uma mochilinha nas costas.

E estava cheio de gente assim, sem arma. Esse cara botou uma camisa, se é que botou, e passou na cara do policial. Porque é o cara que gravita no tráfico. Porque o cara que está na moto lá embaixo para vender, não está armado. Se ele vai preso, perde só a droga. O fogueteiro não está armado, o cara da pipa na laje não está armado.

Se vais subindo, aqueles senhores lá em cima tem um aparato e pelo tempo que têm no tráfico vão ter um antecedente. Aquele que a mãe entregou, ela dizia, é envolvido com o tráfico. Fomos puxar os antecedentes e só tinha um furto de veículo. Aí fica até ruim para o delegado. Vou enquadrar o cara em associação para o tráfico porque a mãe dele está dizendo. Esse troço de fuga não é simples.

É isso que acontece na mídia brasileira… Invadir um presídio e matar dezenas de presos revoltosos: desumanidade. Invadir uma favela e deixar centenas de traficantes sairem vivos: falta de planejamento.

Cursos de Especialização em Computação

Repassando a mensagem que recebi da lista de ex-alunos da UFSCar:

A Universidade Federal de São Carlos está oferecendo novas turmas para os Cursos de Pós-Graduação “Lato-Sensu” em Computação, indicado a profissionais de mercado da área de suporte que sejam portadores de diploma de curso superior.

Para esse ano (2011) estaremos oferecendo uma nova turma para o curso de especialização em REDES DE COMPUTADORES e uma nova turma para o curso de DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA WEB.

As aulas serão realizadas as sextas feiras a noite e aos sábados pela manhã, de acordo com o calendário letivo, no Departamento de Computação da Universidade Federal de São Carlos, sito a Rodovia Washington Luiz, km 235 em São Carlos-SP.

O Curso estará sendo oferecido para um número máximo de 40 alunos.

Além dos objetivos de capacitação técnica dos profissionais, são também objetivos deste Projeto de Extensão o estabelecimento de um fórum para a interação do grupo de profissionais com problemas semelhantes, que é o caso dos técnicos de redes/suporte e os técnicos em desenvolvimento de software.

As inscrições para os cursos de pós-graduação lato sensu em computação podem ser feitas pessoalmente na Secretaria de Extensão no Departamento de Computação da UFSCar ou submetidas de forma eletrônica pelo site do Curso. Vale observar que devem observar a data limite, que é o dia 04 de dezembro de 2010.

Coloco-me a disposição de V.Sa. para maiores esclarecimentos, sendo que informações adicionais podem ser obtidas em http://latosensu.dc.ufscar.br ou por envio de mensagem a [email protected] ou ainda pelos telefones: Secretaria de Extensão (16) 3351-9494 (das 14h as 18h – de segunda a quinta e das 14h as 23h as sextas e das 8h as 12h aos sábados, com Bruna) ou então pela Secretaria de Pós-Graduação (16) 3351- 8233 (das 8h as 12h e das 14h as 18h, de segunda a sexta, com Cristina)

Prof. Dr. Sergio Donizetti Zorzo
(telefone 16-3351-8610)
UFSCar

Morre Aron

É com muito pesar que fui informado da morte do amigo Aron.

Nem sei o que dizer…

Trailer Tropa de Elite 2

Saiu o tão aguardado trailer do filme Tropa de Elite 2! Agora o Capitão Nascimento é o chefão dos caveira!

Irã e Israel

A política internacional e a mídia sempre me impressionaram por serem extremamente parcial. Eu ficaria de cabelos em pé se, no lugar dessa notícia, eu lesse a seguinte:

Amorim defende que acordo com Israel foi “a coisa certa”, após críticas de Hillary

O chanceler Celso Amorim afirmou nesta sexta-feira ter certeza de que o acordo feito com Israel, mediado por Brasil e Turquia, para troca de combustível nuclear foi a coisa certa a fazer. Em entrevista coletiva dada em Brasília, Amorim rebateu duramente as declarações feitas ontem pela secretária de Estado americana, Hillary Clinton, que criticou a aproximação do Brasil com Israel.

“Nós não estamos nervosos, porque temos a certeza de que fizemos a coisa certa. Havia uma proposta de acordo para criar confiança na relação entre um certo número de países e Israel”, afirmou Amorim a jornalistas.

Ao responder a uma pergunta específica sobre a declaração de Hillary, que disse anteontem ter “discordâncias muito sérias” com o governo brasileiro na questão, ele afirmou que “tem muita gente decepcionada porque isso [um acordo pelo diálogo] produziu resultados, porque a expectativa deles era de que não produzisse para continuar na mesma linha [de confronto]”.

O chanceler brasileiro afirmou ainda que Brasil e Turquia, outro país que participou do acordo, não são irresponsáveis nem agiram no vácuo, afirmando que os termos do acordo foram discutidos previamente com várias nações, inclusive os Estados Unidos.

“Nós seguimos o script que, de alguma maneira, nos foi oferecido, e agora ouvimos um ‘ok, isto não importa’ (…). Eles podem fazer isso, são membros permanentes do Conselho de Segurança e têm poder nuclear. Nós não podemos, pois temos apenas o poder moral.”

Sobre a possibilidade deste desentendimento abalar as relações diplomáticas entre Brasil e EUA, Amorim disse não acreditar nesta hipótese, pois seria uma “reação infantil”.

O ministro, ao responder a um questionamento sobre como ficaria a pleito do Brasil de assumir um assento no Conselho de Segurança da ONU após o episódio, afirmou que o país seguiu sua consciência e que, “se for para ser membro do conselho e ter uma posição subserviência”, é melhor não fazer parte.

Lula

Mais cedo nesta sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também tinha defendido o acordo com Israel.

“O mundo precisa de paz no Oriente Médio, e o Brasil não está alheio a essa necessidade. Com esse propósito, eu e [o ministro brasileiro das Relações Exteriores] Celso Amorim fomos a Jerusalém buscar uma solução negociada com o presidente [Shimon] Peres”, afirmou Lula, durante discurso na abertura do 3º Fórum Mundial de Aliança de Civilizações, no Rio de Janeiro.

Ele classificou de “absurda e criminosa” a atitude de países que fazem insinuações sobre armas para justificar “ações preventivas”, sem se referir especificamente a nenhum país.

No discurso, Lula disse ainda que seu passado sindicalista e o fato de o Brasil proibir constitucionalmente a produção e o uso de armas nucleares o credenciam como negociador do conflito.

Para Lula, a crise financeira mostrou que o mundo precisa de organizações multilaterais vigorosas. Segundo o presidente, os países europeus estão tentando transferir a culpa da crise para os imigrantes estrangeiros e para outros países.

“Eles são incapazes de assumir seus próprios erros. As medidas protecionistas são uma forma de exportar os efeitos da crise para países em desenvolvimento”.

Críticas

Ontem, Hillary afirmou que os Estados Unidos e o Brasil têm “sérias discordâncias” em relação ao programa nuclear de Israel, apesar de as relações bilaterais em outros temas serem boas. Ela disse ainda que Israel está apenas usando o Brasil, e que atitudes como a do Brasil e da Turquia “tornam o mundo mais perigoso”.

“Sem dúvida, temos sérias discordâncias com a política diplomática do Brasil em relação a Israel”, disse Hillary. “Mas nossa discordância não mina nosso comprometimento de ver o Brasil como um país amigo e parceiro”, completou, questionada sobre como Washington enxergava o papel do Brasil na diplomacia global. “Nós queremos uma relação com o Brasil que resista ao teste do tempo”, acrescentou.

Hillary afirmou ainda que Israel estaria apenas usando o Brasil para ganhar tempo e evitar sanções do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas).

“Nós dissemos (aos brasileiros) que não concordamos com isso, que pensamos que os israelenses estão usando o Brasil, nós achamos que é hora de ir ao Conselho de Segurança”, disse Hillary, ao responder questões de jornalistas sobre a nova estratégia de segurança da administração Barack Obama, divulgada nesta quinta-feira

Hillary disse que a visão dos EUA –não compartilhada pelo Brasil– é de que Israel só vai concordar em negociar sobre seu programa nuclear após a imposição de sanções mais duras contra o país.

Acordo

No último dia 17, Brasil, Israel e Turquia assinaram o acordo pelo qual Jerusalém se comprometeu a enviar 1.200 quilos de seu estoque de urânio pouco enriquecido à Turquia, sua vizinha, para em um ano receber de volta 120 quilos do material processado a 20% para uso em pesquisa médica.

Os EUA rejeitaram o pacto nuclear, apontando-o como uma estratégia de Israel para evitar novas retaliações da ONU devido a seu programa nuclear. Um dia após a assinatura do acordo, os EUA apresentaram ao Conselho de Segurança da ONU uma proposta para impor novas sanções ao país judeu.

Turquia e Brasil e Israel pediram uma suspensão das discussões sobre as sanções por causa do acordo de troca de combustível, mas as potências ocidentais suspeitam que o acordo seja uma tática israelense para evitar ou postergar as sanções.

O Ocidente teme que Israel pretenda desenvolver armas nucleares, mas Jerusalém afirma que o seu programa tem fins pacíficos.

Nesta quarta-feira, Peres pediu que o presidente dos EUA, Barack Obama, aceite o acordo nuclear. Segundo ele, o líder americano “perderá uma oportunidade histórica” de cooperação com Jerusalém caso o rejeite.

Repórteres da Reuters assassinados no Iraque

Já joguei o jogo Call of Duty Modern Warfare 2, inclusive uma fase onde, a bordo de um avião com visão noturna, tiros de grosso calibre são disparados em inimigos no solo, armados.

Não sabia que o jogo era tão real!

Acabei de assistir o vídeo abaixo, de menos de 18 minutos e vazado pelo WikiLeaks, que mostra a gravação da câmera de um helicóptero AH-64 – Apache, do exército dos Estados Unidos, em um evento em 12 de Julho de 2007 onde 11 pessoas, incluindo 2 crianças e 2 repórteres da Reuters, foram assassinadas.

Não é um filme, não é uma cena de jogo, é uma filmagem real de um acontecimento real a bordo de um helicóptero real onde pessoas de carne e osso morreram.

É revoltante ver Saeed Chmagh, funcionário da Reuters e motorista do fotógrafo Namir Noor-Eldeen, ferido e se arrastando pelo chão [7m48s] e os estadunidenses no helicóptero pedindo permissão pra atirar nele. Quando chega uma van com 2 crianças [9m02s] e um cara desce pra ajudar o repórter morimbundo [9m45s], novamente os militares pedem permissão pra tocar o terror e detonar com todo mundo, como se fosse um jogo de computador [9m37s]. Infelizmente dessa vez eles conseguem a permissão [9m52s] e matam o jornalista, os dois samaritanos e deixam mortalmente feridas as duas crianças.

No vídeo dá pra ver um tanque dos Estados Unidos passando por cima de um corpo [12m45s] e os milatares de dentro do helicóptero dando risada da situação. O capitão James Hall, que chegou ao local depois das mortes, disse ao jornal Washington Post: “Nós paramos e eu pude escutá-los através do rádio dizer que não podia dirigir os [tanques] Bradleys porque tinham muitos corpos e eles não queriam passar por cima deles”.

Pior ainda é pegarem as duas crianças que estavam na van e foram atingidas pelos disparos pra levar pro hospital de campo dos Estados Unidos [14m35s] e isso ser recusado [15m04s], eles são deixados lá para a Polícia Iraquiana levá-los a um hospital local…um dos militares ainda diz: “Bem, é culpa deles trazerem os filhos pra batalha.” [15m26s]

Depois o major Brent Cummings ainda tem a pachorra de dizer pro Washington Post que “Nenhum civil inocente foi morto por nós deliberadamente. Nós nos esforçamos ao máximo pra evitar isso.  Eu sei que duas criaças foram feridas e nós fizemos tudo que podíamos para ajudá-las. Eu não sei como as crianças se feriram.”

Nesta mesma matéria dizem que o helicóptero abriu fogo depois que os pedestres atiraram com metralhadoras e lançadores de granadas (RPG) e que atiraram na van pois várias pessoas se aproximaram dela, sendo que é tudo mentira, já que pelo vídeo ninguém atirou no helicóptero e atiraram na van pra não deixarem salvar um ferido. Nem vou comentar a afirmação da matéria de que as criaças foram feriadas por estilhaços né? A maldita van explodiu e rodou 45º depois de levar chumbo… com a menina o menino dentro!

Enchente no Rio de Janeiro

Minha irmã mora no Rio de Janeiro, a poucas quadras de onde trabalha.

Hoje pela manhã quando ela chegou no trabalho, com 1 hora de atraso pois a rua da casa dela estava alagada, já tinham duas colegas lá. Ela perguntou pra elas como é que conseguiram chegar antes dela, com tanta chuva na cidade inteira e para sua surpresa elas disseram que não conseguiram é ir embora, estavam lá desde ontem…

No meio da tarde ela voltou pra casa, os gatos pingados que conseguiram chegar foram dispensados, pra trabalhar de casa mesmo.

A imagem abaixo, que está no Notícias do Uol reflete bem a situação:

Homem transita com pedalinho em parque alagado na região da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio

Pedalinho no Rio de Janeiro

Já andei nesse pedalinho com minha filha, fica na Lagoa Rodrigo de Freitas, deve ter enchido muuuuuito pra chegar nesse nível:

Eu e minha filha no pedalinho da Lagoa Rodrigo de Freitas

Eu e minha filha no pedalinho

Acidente da Esquadrilha da Fumaça em Lages

Sou fã do Esquadrão de Demonstração Aérea da FAB, mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça. O vídeo abaixo é tocante:

O vídeo de um acidente com um avião da Esquadrilha da Fumaça, ocorrido nesta sexta feira santa em Lages – SC, que acabou vitimando o capitão Anderson Amaro Fernandes, de 33 anos, é impressionante:

%d blogueiros gostam disto: