Arquivos de Categorias: Google - Page 2

Google Developer Day 2008 – São Paulo

Google Developer Day 2008 - São Paulo - BrasilO Google Developer Day 2008 – São Paulo começou com o Alexandre Hohagen falando sobre a evolução da mídia e a convergência para a Internet, meio que explicando como o Google ganha dinheiro e qual direção a Internet deve seguir.

O segundo a falar foi Paulo Golgher, que praticamente resumiu as sessões que haveriam após o almoço, o que facilitou bastante a escolher quais participar, que foram divididas em 4 grupos:
App – facilidades para construir aplicações web
http://code.google.com/intl/pt-BR/appengine/ – Google AppEngine
http://code.google.com/intl/pt-BR/apis/gears/ – Google Gears
http://code.google.com/intl/pt-BR/webtoolkit/ – Google Web Toolkit
Android – plataforma opensource para dispositivos móveis
http://code.google.com/intl/pt-BR/android/ – Android
Social – protocolos e ferramentas para integração e expansão de sites de redes sociais
http://code.google.com/intl/pt-BR/apis/opensocial/ – OpenSocial
Geo – ferramentas para sites/softwares de georeferenciamento
http://code.google.com/intl/pt-BR/apis/kml/ – KML
Assisti as 3 sessões de App e uma sobre como está e o que esperar do Ajax.
App Engine – Paul McDonald
O Google disponibiliza sua infra-estrutura para hospedar e executar aplicativos web escritos em Phyton, gratuitamente. Não é preciso se preocupar com servidor, sistema operacional, banco de dados, segurança, logs, análise de tráfego, escalabididade, etc., pois o Google faz tudo isso pra gente.
Eu já conhecia o Amazon S3, no qual a Amazon.com disponibiliza seus servidores, mas apenas para hospedagem de imagens, páginas estáticas e arquivos. A iniciativa do Google de executar código é muito mais robusta e com maiores aplicações práticas.
Gears – Dion Almaer
De todas as que eu assisti, essa foi a que mais me impressionou. Gears é um plugin do Google que estende o browser (Internet Explorer, Firefox, Safari, Opera) com algumas novas funcionalidades que talvez estarão disponíveis apenas no HTML 5 e cujo foco principal é permitir navegar offline. Não apenas navegar utilizando o cache, mas permitir que dados sejam baixados do site, armazenados em um banco de dados relacional interno do browser, manipulados e sincronizados quando a conexão voltar, de forma transparente para o usuário do site (ou não, dependendo de nossas necessidades).
Outro recurso interessante é o WorkerPool, que permite trabalhar com multi-threads no lado cliente do browser, tornando a página bem mais rápida aos olhos do usuário.
A gama de novos recursos que podem ser criados em um sistema, melhorando a usabilidade e performance do mesmo é gritante. Foram mostrados gráficos de tempo de resposta quando a aplicação web executava localmente e quando executava da forma tradicional, requisitando dados sempre que alguma ação era realizada, como ordenar ou filtrar resultados de uma consulta e a diferença é muito grande.
Mostraram um estudo do Jacob Nielsen (o papa da usabilidade) em que ele diz que resposta de até 0,1s dá a impressão de que estamos trabalhando em tempo real, direto nos dados, não sendo necessário feedback informando de processamento. Entre 0,1 e 1s não há perda de continuidade no pensamento do usuário, mas já não há a sensação do sistema estar agindo instantaneamente e 10s é o limite para manter a atenção do usuário.
Introdução ao GWT – Dick Wall
Google Web Toolkit é, como o próprio nome já diz, um kit de ferramentas para desenvolvimento web. O que ele faz é basicamente transformar código Java em código JavaScript. Seu uso é semelhante ao do ASP, ASP.NET, PHP ou Applet, com a grande diferença de gerar código em JavaScript, totalmente aceito em qualquer browser, em qualquer sistema operacional. Eu vejo mais como uma alternativa ao Applet para quem desenvolve em Java, para quem desenvolve em .NET já tem o ASP.NET, que mesmo não gerando código tão portável para outros browsers, atende as necessidades.
State of AJAX – Dion Almaer
Foi um overview sobre as mudanças que o Ajax trouxe para a forma como sites web são utilizados, possibilitando criar aplicações web complexas e completas.
Falou sobre frameworks para desenvolvimento Ajax (Dojo, jQuery, Prototype, Script.aculo.us, Google Web Toolkit) e como o Google apóia e facilita esse desenvolvimento, com o GWT, Gears e outras diversas APIs.

Orkut, Google, GMail e Youtube

É incrível a quantidade de gente que cai aqui procurando Orkut, Google, GMail ou Youtube!

  • http www gmail com
  • http www gogle com br
  • http www google com
  • http www google com br
  • http www orkut com
  • http www orkut com br
  • http www orkut com home aspx
  • http www orkut glogin aspx done http 3a 2f 2fwww orkut 2f
  • http www orkut profile 9920576 pochta ru
  • http www youtube
  • https www orkut com
  • site ig br www gmail br
  • site ig br www gogle br
  • site ig br www google
  • site ig br www google br
  • site ig br www orkut
  • site ig br www orkut br
  • site www google br google
  • site www orkut
  • url www orkut br

Como chegar?

Alguns visitantes desse blog chegaram aqui procurando “Como chegar …?“.

Para ajudar os perdidos, separei as dúvidas mais comuns nos tópicos abaixo, que vou explicar separadamente. Se você é um desses, clique no link e encontre-se!

  • mulheres (mulher, garota, menina, orgasmo)
  • transporte (ônibus, carro, trem, metrô)
  • lugar (aeroporto, cristo redentor, parque do Ibirapuera, etc.)
  • mapa (mapa e guia de como chegar)
  • rua (rua, endereço)
  • cidade (SP, São Paulo, Aparecida do Norte, Atibaia, Caldas Novas, Campinas, Belo Horizonte, Campos, Ubatuba, etc.)

Plágio no meu blog

Descobri que alguéns plagiaram um post do meu blog, sem citar meu nome ou ao menos colocar link pra URL dele…

OriginalCópia 1Cópia 2Cópia 3Cópia 4

Tem um site muito bom de achar conteúdo plagiado, o Copyscape. Pena que só dá para fazer 10 pesquisas por domínio por mês. O SEOmoz também dá algumas dicas do que fazer quando o site foi roubado. Finalmente tem como pedir para o Google excluir o plagiador de seu index, tirar do AdSense ou ainda excluir do blogspot!

Acabei achando mais váaaarias páginas plagiadas… f*da!

MapReduce vs Relational Database

Just because you’ve got the best hammer in the entire world doesn’t make everything a nail. If you’ve got a screw, even a cheap, old, rusty screwdriver is going to do a better job. And MapReduce is a lot better than a cheap, old, rusty screwdriver.Mark C. Chu-Carroll

HTML 5

Saiu hoje o rascunho do HTML 5 no W3C e o que mais me surpreendeu foi ver que um editor é do Google (trabalhou no Mozilla, no Opera e agora está no Google) e o outro é da Apple (ele trabalhou na Netscape, no Mozilla, agora trabalha com o Safari, ajudou na criação do Firefox e escreveu a especificação do XUL).

A Microsoft rodou!

Escolha de palavras chaves

KeywordAlgumas vezes escrevi posts de conteúdo com a finalidade de trazer visitantes para o blog e nesses casos utilizei uma conhecida técnica de SEO (Search Engine Optimization – Otimização para Ferramenta de Procura) que é a escolha de palavras chaves no texto.

Lendo o artigo Palavras-chave (keywords) – SEO no blog Internet Marketing achei links para diversas ferramentas em português, com resultados do Brasil (e algumas em inglês também):

No blog Marketing de Busca também tem links para várias ferramentas.

Google n-língüe

Fui entrar no Google Adsense e não é que ele estava fora? O Google, como ferramenta de alcance mundial, informou isso em diversas línguas:

The Google AdSense website is temporarily unavailable. Please try back later.
We apologize for any inconvenience.

Google AdSense の web サイトは一時的にご利用いただけません。後で再度お試しくださいますようお願いいたします。
お手数をおかけいたしますことをお詫びいたします。

Die Google AdSense-Website ist vorübergehend nicht verfügbar. Bitte versuchen Sie es später noch einmal.
Wir entschuldigen uns für eventuell enstandene Unannehmlichkeiten.

Le site Google AdSense est temporairement indisponible. Veuillez réessayer plus tard.
Nous vous prions de nous excuser pour le désagrément occasionné.

El sitio web de AdSense de Google no se encuentra disponible en estos momentos. Por favor, inténtelo de nuevo más tarde.
Disculpe las molestias.

Google AdSense 网站暂时无法浏览。请您稍候再尝试。
对于造成您的不便我们感到抱歉。

Il sito AdSense di Google è temporaneamente non disponibile. La preghiamo di provare più tardi.
Ci scusiamo per il disagio.

De website van Google AdSense is tijdelijk niet beschikbaar. Probeert u het later opnieuw.
Onze excuses voor het eventuele ongemak.

Google AdSense Sayfası geçici olarak hizmet dışıdır. Lütfen, daha sonra tekrar deneyin.
Bu geçici sorundan dolayı özür dileriz.

O site do Google AdSense não está disponível no momento. Tente novamente mais tarde.
Pedimos desculpas pelo inconveniente.

The Google AdSense website is temporarily unavailable. Please try back later.
We apologise for any inconvenience.

Witryna programu Google AdSense jest chwilowo niedostępna. Prosimy spróbuj później.
Przepraszamy za wszelkie niedogodności.

Веб-сайт Google AdSense временно недоступен. Попробуйте, пожалуйста, еще раз через несколько минут.
Мы приносим свои извинения за причиненные неудобства.

Google AdSense webbplats är för tillfället inte tillgänglig. Försök igen senare.
Vi ber om ursäkt för eventuellt besvär.

Google AdSense-webstedet er ikke tilgængeligt i øjeblikket. Prøv igen senere.
Vi beklager ulejligheden.

Google AdSense 웹사이트를 일시적으로 사용하실 수 없습니다 . 나중에 다시 시도해 보십시오 .
불편을 끼쳐드려 죄송합니다 .

Google AdSense-webområdet er midlertidig utilgjengelig. Prøv igjen senere.
Vi beklager eventuelle problemer dette medfører.

Google AdSense 網站暫時無法瀏覽。請您稍候再嘗試。
對於造成您的不便我們感到抱歉。

A Google AdSense oldal jelenleg nem elérhető. Kérjük, látogasson vissza később.
Elnézést kérünk az esetleges kellemetlenségekért.

Google AdSense –sivusto ei väliaikaisesti ole saatavilla. Yritä myöhemmin uudelleen.
Pahoittelemme tämän aiheuttamaa hankaluutta.

Stránka Google AdSense je dočasně nedostupná. Zkuste to později.
Omlouváme se za způsobené nepříjemnosti.

Stránka Google AdSense je dočasne nedostupná. Skúste neskôr, prosím.
Ospravedlňujeme sa za spôsobené nepríjemnosti.

Google AdSense sučelje trenutno je nedostupno. Molimo Vas pokušajte kasnije.
Ispričavamo se za neugodnosti.

إن موقع Google AdSense غير متوفر حاليا. يرجى تكرار المحاولة لاحقا. نعتذر عن أي إزعا

אתר Google AdSense איננו זמין כרגע. אנו מצטערים על אי הנוחות. אנא נסה שנית מאוחר יותר.

Google AdSense уебсайта е временно недостъпен. Моля опитайте по-късно. Извиняваме се за неудобството.

Η ιστοσελίδα του Google AdSense δεν είναι διαθέσιμη προς το παρόν. Παρακαλώ δοκιμάστε αργότερα. Ζητούμε συγγνώμη για την ενόχληση.

Tech-Ed, WPF, MVC e Adobe AIR

Tech-Ed 2007

Hoje eu fui no Tech-Ed, evento da Microsoft onde são apresentadas palestras com novidades e dicas do mundo Microsoft.Uma palestra que me fez soltar aquele “oooohhhh!!” frente a uma inovação tecnológica foi a do WPF (Windows Presentation Foundation).

Em 1979 (eu ainda nem era nascido), Trygve Reenskaug propôs o conceito de MVC (model-view-controller) para o projeto do Smalltalk (influenciador do Java), nos já míticos laboratórios da Xerox, em Palo Alto (lá foram inventados a Ethernet, a impressora à laser, o mouse e a interface gráfica – hoje conhecida popularmente como Windows, apenas para citar alguns). O conceito é bem simples: separar a apresentação (view) da camada de negócio/dados (model), utilizando para isso uma “ponte” (controller).

Ainda hoje é um parto fazer um site web cuja apresentação está desacoplada do conteúdo, sendo que é 100% viável implementar dessa forma utilizando CSS com HTML ou CSS com XML e XSLT ou DHTML… imagina isso então em uma aplicação desktop!

O WPF coloca o MVC em prática (sem citar essa sigla, como é natural em produtos MS), incluindo inúmeras facilidades (que só funcionam no Windows, como é natural em produtos MS), mas o grande pulo está na possibilidade do mesmo código rodar tanto no desktop quanto na web.

O processo é bem simples:

  1. através do Microsoft Expression Blend (uma mistura de Corel Draw, Adobe Ilustrator, Macromedia Flash e Microsoft Visual Studio .NET) um designer desenha ricamente a interface gráfica (que gera um arquivo XAML) – view
  2. no Visual Studio o desenvolvedor cria toda a lógica de negócio, manipulação de dados, tratamento de eventos, etc. (que gera um arquivo .cs, no caso do C#) – model
  3. o Framework .Net (utilizando o WPF) se encarrega juntar o XAML com o código – controller

Dessa forma, a mesma aplicação pode ser acessada tanto pelo browser, na Internet, como localmente no computador, pelo Windows, de acordo com a forma como foi compilado. Para alterar o layout, basta alterar o arquivo XAML (manualmente ou de forma transparente pelo Expression Blend) e pronto!

Pela mais pura coincidência, hoje li sobre o Google Analytics AIR, que é o já famoso Google Analytics, no desktop. Para isso, ele usa o Adobe AIR, que segundo o site:

Adobe® AIR™ is a cross-operating system runtime that allows web application developers to use their existing web development skills (HTML, Javascript, Adobe Flash®, Adobe Flex™, Ajax) to build and deploy rich Internet applications to the desktop.

Muito parecido com a definição do WPF no site:

Windows Presentation Foundation (WPF) provides developers with a unified programming model for building rich Windows smart client user experiences that incorporate UI, media, and documents.

Resumindo, Windows Presentation Foundation e Adobe AIR são quase o mesmo produto, desenvolvidos por empresas diferentes.

A Microsoft criou o Silverlight para competir com o Flash (agora Adobe Flash) e pelo visto a briga não parou por alí…

Resultado do Google AdSense

Há uma semana coloquei AdSense no meu blog e analisei os dados de ontem, chegando à conclusão de que os 3 posts mais lidos foram responsáveis por:

  • 2/3 das impressões (exibições) dos anúncios
  • 95% dos cliques nos anúncios
  • CTR (Click-through rate – taxa de clique) 9 vezes maior que no restante do blog
  • eCPM (effective cost per thousand impressions – custo efetivo por 1000 impressões) 13 vezes maior que no restante do blog
  • 96% da receita

É assustador saber que menos de 1% de meus posts são responsáveis por 96% de meu faturamento!

Rádio Táxi

Em duas oportunidades que minha irmã veio a negócio do Rio de Janeiro para São Paulo ela conseguiu um tempinho para me visitar e nas duas vezes procurei para ela um ponto de táxi em São Paulo que aceitasse o cartão de crédito American Express.

Na primeira vez ela pegou um táxi do Morumbi para o centro, um trajeto que deveria demorar 40 minutos mas levou 2 horas, custou o dobro (isso porque não era bandeira 2, era bandeira 1) , o taxista se perdeu duas vezes no centro e ainda tive de sair da rua Líbero Badaró e ir para o Largo São Francisco encontrar minha irmã pois o taxista não sabia como chegar na Líbero!!! Logicamente nem me recordo mais o nome ou telefone da cooperativa de táxi que fez essa corrida…

Rádio Táxi Vermelho e BrancoNa segunda vez a corrida era do Jardim São Paulo para o hotel em Moema e a empresa escolhida foi a Rádio Táxi Vermelho e Branco, que faço questão de divulgar (esse blog não é só reclamação). Eles ligaram para informar que o táxi chegaria em 10 minutos e passados alguns segundos ligaram novamente para informar que o táxi não chegaria nesse tempo, mas em 8 minutos! Nunca vi uma empresa ligar para dizer que não se atrasariam e ainda diminuir o prazo… Além de atenderem 24 horas (antes de ligar para eles liguei para o ponto de táxi do Metrô Jardim São Paulo e ninguém atendeu), passam o cartão de crédito direto no veículo, sem precisar ficar anotando todos os dados do cartão (o que é uma tremenda falta de segurança).

Segundo o site deles:

Somos uma cooperativa de trabalho de motoristas autônomos de Rádio Táxi Especial do Estado de São Paulo atuantes deste 16 de janeiro de 1975, sendo a empresa pioneira na América Latina e até hoje a maior em número de cooperados, sendo 625 motoristas profissionais altamente qualificados e criteriosamente selecionados e treinados, alguns ainda bilíngües e trilingües que fornecem a maior segurança na prestação dos serviços para qualquer ponto do Brasil.

Dos serviços, tem dois que achei bem interessantes:

  • serviços de informações (bares, restaurantes, hotéis, teatros, eventos, trânsito,etc.)
  • sightseeing – faça um passeio pelos principais pontos da cidade com quem conhece.

o primeiro quero ver como funciona e o segundo não deve ser pro meu bolso, mas não custa nada averiguar.

Para tornar o post ainda mais útil, três links que eu acho indispensáveis para quem quer ir de um ponto a outro de São Paulo:

  • SPTransSPTrans – Itinerários: uma página que já foi tosquíssima hoje é bacaníssima, a melhor página de itinerário de transporte público que eu já vi, se você mora em São Paulo, precisa conhecer. Basta informar local de origem e destino (o tipo de local pode ser uma infinidade de coisas além de endereço, de nome de escola a cartório de registro) e outras informações opcionais (o máximo a andar à pé, se vai usar Metrô e/ou CPTM, se é pra priorizar tempo e/ou custo) que ele traz o trajeto dizendo quanto andar à pé até o primeiro ponto/estação/terminal, que ônibus/metrô/trem pegar, onde descer, onde trocar de condução, quanto tempo dura cada uma e mais uma infinidade de informações e opções.
  • MaplinkMaplink – Rotas Ponto a Ponto: digite o endereço de origem e destino (se for algum metrô digite apenas “metrô” e escolha da lista que vai aparecer) que ele te diz como chegar de carro (vias principais ou mais rápido), à pé ou de bicicleta e ainda informa quanto custaria a corrida de táxi.
  • Google MapsGoogle Maps – Como Chegar: na minha opinião, o melhor mapa de São Paulo, para não dizer do Brasil inteiro. Digite o ponto de origem e destino que ele te diz como chegar de carro (coloque São Paulo – Miami e veja o passo 36). Ainda tem alguns bugs com mãos de direção e nem sempre faz o melhor trajeto.

Como mudar ou recuperar a senha do Orkut?

OrkutPara efetuar login (não é logim, longin ou long, como já vi escreverem) no Orkut, é necessário ter conta no Google (Google Account). Não é necessário ter e-mail do GMail, como alguns pensam. Mudar senha do Orkut é o mesmo que mudar a senha da Conta do Google.

Orkut - ConfiguraçõesPara mudar a senha quando já se está logado no Orkut, é só ir no ícone “configurações“, na aba “Geral“, na opção “minha conta“, clicar no link “para alterar sua senha, acesse as Configurações de sua Conta do Google” e então no link “Alterar senha“.

Google Accounts - Conta do GoogleSe você perdeu a senha, antes de fazer login no Orkut bloqueado tem de ir na Assistência de Senha da Conta do Google e informar o email cadastrado.

  • Se o e-mail cadastrado não for @gmail.com então você receberá um e-mail com as instruções para resetar a senha.
  • Se o e-mail cadastrado for @gmail.com, você o utilizou-o nos últimos 5 dias e tem e-mail secundário cadastrado na Conta do Google, você receberá neste e-mail secundário as instruções de como resetar a senha.
  • Se o e-mail cadastrado for @gmail.com, você utilizou-o nos últimos 5 dias mas não tem um e-mail secundário cadastrado, você terá de esperar 5 dias para tentar resetar a senha (conforme passos abaixo).
  • Se o e-mail cadastrado for @gmail.com e você não utilizou-o nos últimos 5 dias, basta responder a pergunta de segurança para resetar a senha.

Agora, se você perdeu a senha e não sabe a resposta da frase de segurança… aí já era!

A mensagem que aparece quando a senha está errada é a seguinte: “O nome de usuário e a senha não correspondem. (Você forneceu [email protected])(se o e-mail for @gmail.com, aparece só o que está na frente do @ na frase anterior).

Update: O site do Orkut não é nenhum dos abaixo não, é http://www.orkut.com, http://orkut.com ou apenas orkut.com e não tem nada a ver com o Ig!

  • orkut.co
  • orkut.com.br
  • orkut.con
  • orkut.om
  • w w w.orkut
  • w.orkut.com
  • w.orkut.com.br
  • ww.orkut.com
  • ww.orkut.com.br
  • http://www.orkut.com.br
  • http://wwww.orkut

Visitantes são a alma do negócio

Abaixo é o gráfico do número diário de visitantes únicos no meu blog, neste segundo semestre, até ontem.

Visitantes no 2º semestre de 2007 - até novembro

O blog existe desde 2001, tem quase 2.000 posts e bastaram 4 posts propositalmente escritos para elevar o número de visitas diárias de 120 para 7.000, como pode ser visto na tabela baixo. Esse número é tão gritante que nos últimos 90 dias o blog teve 75% do número de visitas acumulados nesses 2376 dias de sua existência.

Páginas visitadas no 2º semestre - até 11 de Novembro

De minhas visitas, 42% procuram Receita Federal e regularização de CPF e 33% procuram instruções de como instalar o MSN e do site do MSN. São 75% das visitas!

Esses assuntos não são o foco do meu blog e só fiz esses posts para ganhar visitantes que viessem a clicar nos banners do Submarino e comprar algum produto. Foi um grande engano. Quem faz declaração de isento para recadastrar o CPF faz isso pois ganha pouco e quem quer instalar MSN são crianças ou adolescentes que nem sabem escrever (o post do MSN tem quase 1000 comentários e é difícil achar 50 sem algum erro de português)… Não cheguei a fazer a conta, mas diria que 10% dos visitantes desses 4 posts pensavam que estavam no site da Receita Federal ou da Microsoft, como que pessoas assim vão fazer compras online?

Essa foi uma estratégia furada. Esses visitantes que não agregam além de consumirem a banda do site sem gerar receita, geram tantos registros nos logs do Google Analytics que ficou impossível levantar tendências de visitas e palavras chaves mais procuradas…

Fontes de Tréfego

O único ponto positivo é que eu dei muita risada com os comentários e seus erros absurdos no post do MSN, ajudei algumas pessoas no post da Receita Federal e consegui que alguns advogados, contadores ou gestores de empresas comprassem alguns livros no Submarino, sobre esses assuntos.De qualquer forma, agora sei que post direcionado para trazer visitas realmente traz visitas. O difícil é achar o público e o assunto certos.

Google Zeitgeist

Google ZeitgeistDescobri o Zeitgeist, com os 15 termos mais procurados no Google, no mês anterior. Bacana, mas não ponho fé não… não tem lógica. Olha só a lista de Julho:

  1. Vanessa Hudgens
  2. tiradentes
  3. gavioes
  4. feng shui
  5. cabo frio
  6. ufal
  7. fausto silva
  8. acidente TAM
  9. ferrari enzo
  10. ashley olsen
  11. era do gelo
  12. maravilhas do mundo
  13. transformers movie
  14. uchiha sasuke
  15. aquecimento global

Visita do Papa Bento XVI a São Paulo – Mapa

O Kenji está criando um mapa com informações sobre a visita do Papa ao Brasil, utilizando a API do Google Maps e eu criei um mapa utilizando o MyMaps do Google Maps + dr2ooo, que é bem mais prático. O mapa que eu crei é esse:

É só clicar nos marcadores para ver a legenda. A região em vermelho é a área que será bloqueada pelo exército, a região verde são os bolsões de táxi e as linhas azuis são os trajetos do papamóvel.

%d blogueiros gostam disto: