Corretores ora pois!

Hoje tive cinco experiências diferentes com corretores de imóveis:

A – O corretor veio falar comigo, na sede da imobiliária (MSM), com 3 folhas e meia, cheias de anotações e rabiscos… ele ficava virando repetidamente as folhas, procurando os imóveis para oferecer. Eu, como computeiro nerd que sou, não me agüentava com a falta de tecnologia da metodologia. Pelo menos ele me atendeu super bem e pareceu ser bem gente fina, mostrando imóveis realmente próximos do que eu procuro.
B – A corretora, também na sede de outra imobiliária (Mirantte), reiniciou o computador 7 vezes! Isso porquê achava que o “Restore Active Desktop” do Windows 98 era um erro… Apenas depois d’eu pacientimente explicar para ela que podia deixar como estava e entrar no sistema da empresa, ela fez uma pesquisa, que trouxe uns 300 imóveis até o preço que eu disse que seria o máximo que eu pagaria. Primeiro fiquei admirado com o sistema, ainda mais depois das 3 folhas e meia do corretor anterior, mas fiquei decepcionado depois de perguntar “essa lista está toda na Internet?” e ela me responder que não porquê para colocar na Internet é outro sistema, que precisa de fazer outro cadastro, preencher ficha, tirar foto, bla, bla bla… Mas o que me irritou é que não adiantava eu dizer “quero pagar o mínimo possível” que ela mostrava apenas os imóveis com o preço no máximo que eu disse que pagaria…

C – Depois do episódio anterior liguei para uma imobiliária (Sarti) e disse que queria o imóvel mais barato. Ela perguntou “barato quanto?” e eu disse “o mais barato possível”, que teve a resposta “mas… quanto seria isso?” para eu, atônito, responder “o mais barato que você tiver!!!!!!!”. Então ela entendeu.
D – Liguei pela manhã para uma corretora (EBI) após ver o anúncio em um imóvel, que anotou meu telefone e ficou de passar para o corretor, que retornaria. Liguei novamente antes do almoço pois o corretor não tinha me retornado. Liguei depois do almoço e liguei às 17:50, quando fui informado que apenas na segunda eu seria atendido. Como já extava P da vida com a falta de eficiência do ramo, falei um monte e consegui falar com o gerente dos corretores, que me passou para uma corretora, que me atendeu super cordialmente.
E – Há 25 minutos (ou seja, ás 00:15 de Sábado) um corretor de outra imobiliária (Abyara) tocou o interfone para me entregar materiais promocionais de empreendimentos desta imobiliária… Ainda bem que eu estava acordado, assistindo o debate.

Deixe um Comentário

1 Comentários.

  1. Conselho se fosse bom não se dava, mas tome lá um: POR NADA NA SUA VIDA CONFIE EM UM CORRETOR DE IMÓVEIS!!!! E se quiser o Palm passe lá em casa….

Não fique de fora, dê sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: